0
Shares
Pinterest Google+

É incrível a nossa capacidade de bagunçar o que é certo para fazer o errado e com isso obter vantagem, o famoso jeitinho brasileiro…

O licencia criadores para que estes possam criar de forma legal algumas espécies protegidas, os critérios para conseguir ser um autorizado pelo IBAMA são super rígidos e por isso poucos conseguem essa licença.

Como tem sujeito que é mais esperto que a média nacional, mais “ligeiro”, ele pega e cumpre todas as exigências do IBAMA para conseguir a licença, depois que o seu criadouro está bonitinho, licenciado e funcionando ele começa a pegar animais contrabandeados e os cria como se estivessem nascido dentro do , isso diminui drasticamente os seus custos, então o sujeito malandrão aumenta seus lucros.

A parte legal dessa história é que o IBAMA está fazendo um arrastão nos criadouros licenciados, já foram encontrados mais de 4000 pássaros irregulares, quando isso acontece o estabelecimento perde a licença e não é possível conseguir outra.

Não seria mais fácil fazer as coisas certas? Ter um criador porque você gosta do que faz e não por causa dos lucros?

Gente metida a esperta vai sempre existir e essas pessoas sempre vão se aproveitar das oportunidades, resta a nós não criarmos essas oportunidades, enquanto houver demanda haverá oferta, faça a sua parte, não incentive o tráfico de animais, não seja um criminoso!

Anterior

Errando pelo bem, ou não...

Próxima

Posse reponsável está na moda