0
Shares
Pinterest Google+

A Polícia marroquina prendeu sete vendedores de cachorros-quentes que faziam jus ao nome, com salsichas feitas de autêntica carne de cães, que era misturada com cebola, tomate e outros ingredientes antes de sua distribuição.

Os sete membros capturavam os cachorros no aterro sanitário de Mediuna, perto de Casablanca, e após matá-los, faziam as salsichas com sua carne, informa nesta quinta-feira (22) o jornal “Al Bayane”.

O grupo se dedicava a essa atividade há mais de três anos, como admitiu o chefe do grupo, que reconheceu ter repartido a mercadoria entre cozinheiros de diversas regiões dessa localidade.

Os presos serão levados na próxima terça-feira à Justiça, acrescenta o jornal.

Não é o primeiro caso deste tipo no Marrocos, onde em 2006 um vendedor de salsichas e seus dois cúmplices foram presos por essa mesma prática.

“Sendo vendidos entre três e seis dirhans (em torno de R$ 0,75 a R$ 1,50) os sanduíches não poderiam ter qualidade mais suspeita”, adverte o jornal sobre os -literalmente- cachorros-quentes que recomendando às pessoas que “deixem de pedir salsichas”.

Não dá nem prá comentar sobre o que está acontecendo…

Comentários

Previous post

Cão morto durante banho gera condenação de loja de animais no RS

Next post

Gato recebia dinheiro do Bolsa Família

No Comment

  1. suely bischoff machado de oliveira
    23/01/2009 at 12:50 —

    Olá Léo
    É como você disse :-“Que horror!”! Até me dá enjôo! Ainda bem que eu me alimento c/cereais,verduras, legumes, frutas, leite,ovos, e quase nenhum tipo de carne. Coitadinhos destes peludinhos hem! Pode-se também bem imaginar de que forma eles eram mortos hem! Há 3 anos, dá p/se supor o número de peludinhos mortos! Doravante este país africano Marrocos deve estar mais vigilante p/estas atrocidades.
    abraços
    suely