Prefeito lança projeto de controle de natalidade em cães e gatos

– O Paulo César Silva lançou, oficialmente, na última quinta-feira, 21, o Programa Municipal de de cães e gatos e o Projeto Cata-Caca. O lançamento aconteceu no hall da Secretaria Municipal de Saúde, às 14h. “Poços de Caldas sempre se destacou por ser uma cidade limpa. Agora, com o projeto Cata-Caca, temos também uma ação voltada para o recolhimento dos dejetos dos animais depositados nas vias públicas”, destacou o prefeito durante a solenidade. “Além disso, 500 novas lixeiras para o lixo comum estão sendo construídas na marcenaria da Prefeitura e, em breve, estarão nas ruas e praças do município”, ressaltou.

Já o secretário municipal de Saúde, dr Júlio Balducci, disse que os programas são mais uma conquista para a população de Poços, “uma conquista de uma administração voltada para o bem da comunidade”. Destacou o trabalho da equipe do setor de Vigilância em Saúde. “Cada departamento está voltado para a busca de soluções que melhorem a saúde da população como um todo. É dessa forma que se faz gestão em saúde: trabalhando em conjunto. E é isso que nos faz destaque em Minas Gerais”, disse o secretário.

O Projeto Cata-Caca está implantando displays com luvas nas principais praças da cidade. Já foram colocados cinco displays, sendo três na Av. João Pinheiro, ao longo da ciclovia, um na Av. Dr Davi Benedito Otoni e um na pista de Cooper da região sul. No próximo sábado, os mascotes do Programa Municipal de Posse Responsável de Animais, o cachorro Flock e a gatinha Lupita, estarão distribuindo panfletos sobre os cuidados com os animais. Eles estarão próximo à Fepasa e também na Praça Pedro Sanches, no horário de 9h às 11h.

Castração
O Programa Municipal de Castração de Cães e gatos tem por objetivo diminuir o número de animais abandonados nas ruas e, por conseqüência, o número destes animais no canil. A castração é feita através de métodos cirúrgicos em machos e fêmeas, para impedir que se reproduzam sem controle.

Três clínicas veterinárias foram credenciadas pelo município para participarem do programa de castração. O custo, por animal, é de R$ 16,30 e, além da castração, o proprietário terá seu animal identificado com um microchip, que será implantado na pele do animal. “Com o chip, outra vantagem do programa, será a rápida identificação do animal, em caso de acidente, perda ou abandono”, relata o médico veterinário Rogério Blasi, coordenador da Vigilância Ambiental.

Para participar do programa, o proprietário do animal deve se dirigir ao setor de Vigilância Ambiental da Secretaria Municipal de Saúde, localizado à rua Junqueiras, 196, terceiro andar, no horário de 13h às 17h. Lá, ele retira uma guia para pagamento do valor de R$ 16,30, em qualquer banco ou lotérica. Depois, retorna na Secretaria de Saúde e realiza a inscrição. “De posse da inscrição, o proprietário é quem vai escolher a clínica onde irá levar seu animal para o procedimento cirúrgico”, diz Rogério Blasi.

O Programa Municipal de Castração de Cães e Gatos é parte integrante do Programa de Posse Responsável de Animais, desenvolvido pelo Centro de Controle de Zoonoses (CCZ) do município. O programa tem como parceiros a Guarda Verde , a AAPA (Associação dos Amigos Protetores dos Animais) e o curso de Medicina Veterinária da PUC Minas. Durante a solenidade de lançamento do Programa de Castração, o prefeito anunciou que o município já autorizou a desapropriação de um novo terreno para a AAPA. O projeto deve ir para a Câmara em breve, para autorização e formalização da doação.

Imagens: Ilustração/Divulgação/Reprodução/Internet

Comentários

, ,

2 comentários sobre “Prefeito lança projeto de controle de natalidade em cães e gatos