0
Shares
Pinterest Google+

De tempos em tempos, nós realizamos para saber como anda a nossa . São esses preventivos, os check-ups, que nos alertam quando algo está errado em nosso corpo.

A importância do check-up canino é a mesma dos exames periódicos que nós fazemos nos : descobrir quais os possíveis de saúde o quanto antes e, assim, facilitar o e aumentar ainda mais as chances de .

Um dos pontos cruciais destes exames preventivos é que os dos animais nem sempre são visíveis. “Ao adquirir um filhote é muito importante consultar um médico veterinário, mesmo que o animalzinho não apresente sinais de . Este poderá indicar os que serão necessários para o novo filhote, indicar a melhor e já examinar possíveis problemas causados por má formações ou doenças hereditárias”, afirma a médica veterinária Rhéa Cassuli Lima dos Santos, do Hospital Veterinário HV Pró Vita.

A recomendação é iniciar a do animal após 60 dias de convívio com a família e, neste momento, submetê-lo a mais exames. A seguir, o indicado é realizar a , quando novamente o pet deve ser examinado e testado para se saber se está apto a passar pelo procedimento com .

A maior dúvida de donos de cachorros é se a periodicidade desses exames é anual ou se depende de cada raça. Rhéa afirma que a indicação é um check-up anualmente até adulta e, nos animais idosos, o mais indicado é passar a fazer os exames semestralmente, principalmente nos animais que já têm uma condição especial que os torna mais frágeis ou suscetíveis a outras doenças.

Na consulta de rotina, o veterinário vai pesar o cachorrinho e medir a . O próximo passo é um exame físico do animal, em que o veterinário tenta observar algum sinal de problemas de saúde com o filhote. O profissional também fará perguntas sobre o cachorrinho e seu comportamento canino. Estas perguntas são rotineiras e são feitas para verificar se não há nada de errado com seu animal de estimação.

Segundo a veterinária, o check-up ajuda a detectar precocemente alguns sinais. As principais alterações que se procura nos exames periódicos são sinais de doença renal, anemia e deficiências hepáticas. “O diagnóstico precoce de qualquer doença é sempre importante, pois permite o tratamento na fase inicial da doença, antes que ela comprometa muito o funcionamento do organismo e o debilite, favorecendo a recuperação do paciente”, diz ela.

Previous post

Dentro da lei, aposentado anda de moto com cachorro a bordo nos EUA

Next post

Cães escolhem as pessoas mais gentis para pedir comida

No Comment