0
Shares
Pinterest Google+

Durante nossas investigações, trabalhadores disfarçados documentam alguns eventos extremamente sérios, perturbadores e – incluindo o de animais, desde porcos a perus. Infelizmente, a sexual contra animais de fazendas não é uma ocorrência muito incomum. Devo alertá-los – o que vocês estão prestes a ler não é para os fracos de coração.

Nossa secreta em um criadouro de porcos em Iowa () revelou que um supervisor enfiou uma bengala na vagina de uma porca. O mesmo supervisor disse que ele introduziu com força barras de portão dentro dos ânus de alguns porcos que, segundo ele, o frustraram.

Em outro matadouro, uma investigação do viu – além de outras crueldades horríveis – um trabalhador que enfiou o dedo dentro da cloaca (vagina) de um peru. Outro trabalhador fingiu estuprar um peru cujas pernas e cabeça ele tinha algemado.

Em um criadouro de perus Aviagen Turkeys, Inc., em West Virginia, a “companhia líder-mundial de criação de aves”, um trabalhador foi indiciado por em animais após ser pego em um vídeo prendendo uma perua no chão e mimetizando estuprá-la. Quando entrevistado pela polícia, ele admitiu declaradamente ter feito o mesmo com dezenas de outros perus.

Quando o escritor Jim Mason trabalhou por um dia como um criador de perus, ele descobriu que como perus tem sido geneticamente manipulados para crescer tanto a ponto de chegar ao nível de não mais poderem se acasalarem naturalmente, os empregados devem manualmente extrair o sêmen dos machos e manualmente inseminarem as fêmeas. Em explorações leiteiras, uma vaca será frequentemente e forçadamente reprimida para que, então, ela não possa escapar quando um instrumento de inseminação for introduzido em sua vagina. Empregados de fazendas de criação de porcos confinam javalis em minúsculos “carros” e os desfilam em frente à porcas para que então eles possam olhar e tocar os genitais dos animais, a fim de determinar qual é o melhor tempo para inserir o tubo de sêmens de porco nelas.

Cruel, chocante, perverso, e sádico – e este tipo de violência sexual acontece todos os dias em fazendas de criação. As indústrias de carne e lacticínios até consideram que alguns deles são as “práticas padrão”. É por isso que estamos esperando ter este cartaz publicado muito em breve, mas até lá, continuamos a insistir para que todos se tornem veganos. Ajude a acabar com esse horrível abuso de animais em matadouros/criadouros para sempre!

Fonte: Vista-se
Autor: Shawna Flavell (PETA/Artigo original)
Tradução: por Víctor Lemes

Comentários

Previous post

Expansão do mercado pet impulsiona novos negócios no Brasil

Next post

Preparando os animais para a chegada do bebê