0
Shares
Pinterest Google+

Pesquisadores descobriram que o voo do da espécie Calypte anna durante o acasalamento é comparativamente mais rápido que um em máxima ou até um ônibus espacial voltando à .

Foi descoberto que o pássaro, nativo da América do Norte, faz uma volta durante o voo que chega a suportar 10 vezes a força da – um piloto de jato, por exemplo, não agüentaria esta força G sem desmaiar.

A aceleração do pássaro foi medida com o uso de câmeras de alta , que calcularam que o beija-flor macho, que tem apenas sete centímetros de comprimento, chegava a quase 93 km/h fazendo um “mergulho” no ar para impressionar as fêmeas.

beija_flor

A equipe da da , que fez o estudo, afirma que o pássaro voa a 385 vezes o próprio tamanho por segundo, o que é mais rápido que um jato militar – que voa a 150 vezes o próprio tamanho, e um ônibus espacial, que voa a 207 vezes o próprio tamanho por segundo.

O fenômeno acontece quando o beija-flor está em época de acasalamento e uma fêmea chega em seu território. O macho então voa alto e faz um “mergulho” no ar. Quando chega ao fim do voo, quando tem sua maior velocidade, o pássaro produz um barulho alto com as asas do rabo, descrito como um “chio explosivo”.

Anterior

Cachorro relaciona o cheiro da droga com brinquedo

Próxima

Leishmaniose Visceral - 20% dos exames feitos em cães dão positivo