0
Shares
Pinterest Google+

Você provavelmente já ouviu falar sobre casos de roubos de cães. E, infelizmente, isso tem acontecido cada vez mais.
A razão mais comum é para o comércio do pet, mas também pode ser para utilizar o cão em brigas.
Veja 6 dicas para proteger seu cão dos ladrões:

1 – Castre seu cachorro – Muitas vezes, os cães são roubados para serem comercializados. Se o cachorro for castrado, ele se torna menos atrativo para os assaltantes porque não poderá ter filhotes.

2 – Coloque um microchip no cão – Plaquinhas na coleira são facilmente retiradas. Por isso, é importante o microchip. Caso seu cachorro esteja com outra pessoa, fica mais fácil de provar que ele é seu.

3 – Não deixe seu amigo canino preso do lado de fora de uma loja, mercado, banco ou qualquer outro lugar – No Brasil, a presença dos cães é proibido em diversos estabelecimentos. Mas é melhor deixar seu cachorro em casa do que sozinho na calçada, para não se tornar um alvo fácil de ladrões.

4 – Não deixe seu cachorro sozinho no quintal – Se você tem um muro, cerca ou portão baixos, é melhor ficar de olho quando seu cão estiver no quintal. Basta alguns segundos de distração para alguém levar seu melhor amigo embora.

5 – Só saia com seu cão usando coleira e guia – Quando seu cão está solto, ele pode explorar novos lugares e em apenas alguns instantes longe dos seus olhos são suficientes para que seja roubado.

6 – Não deixe o pet dentro do carro – Além de ser perigoso para seu cão por causa do calor, deixa-lo dentro do carro pode ser uma ótima oportunidade para assaltantes.

Comentários

Previous post

Pesquisa mostra que existem mais animais que crianças

Next post

Proteja seu pet da poluição e do ar seco

1 Comment

  1. Sandra
    11/09/2015 at 22:41 —

    Não saia com seu cão nem mesmo usando coleira e guia porque elas não protegem contra ladrão armado.Já se foi o tempo em que se podia passear numa boa com o cão, hoje só mesmo as indispensáveis visitas ao Veterinário e olhe lá, porque ladrão é esperto e não tem nada a perder mas a gente, sim.