0
Shares
Pinterest Google+

Uma companhia aérea ofereceu US$ 200 ao dono de um durante um trecho de uma viagem de entre o e o . De acordo com a rede “ABC”, o Paco, de Josiah Allen, sumiu depois de ter sido despachado na Cidade do com destino a Detroit.

Allen havia encontrado o em uma praia, durante uma visita a amigos em Puerto Vallarta. Depois de tratar as doenças do animal, o estudante e a namorada decidiram levá-lo para o Canadá. No dia 3 de maio, no primeiro trecho da viagem, entre Puerto Vallarta e a Cidade do México, não houve imprevisto. Durante uma parada de cinco horas, o passeou com o animal, antes de despachá-lo para o trecho entre o México e Detroit em um voo da Delta Airlines.

No momento do embarque para os EUA, um funcionário da companhia teria alertado que a caixa para transporte era pequena demais. Allen assinou um isentando a companhia de qualquer responsabilidade.

Depois de duas horas esperando em Detroit, descobriu-se que o cão não havia embarcado no México. A companhia prometeu, então, entregá-lo na casa de Allen, no Canadá. Mas, no dia seguinte, o mexicano do estudante ligou para o atrás de mais informações e foi comunicado que o animal havia quebrado a gaiola e fugido.

“Nossa tem realizado pesquisas exaustivas para localizar o cão que fugiu em 3 de maio na Cidade do México”, disse a porta-voz da Delta Susan Elliott em um comunicado. “Entretanto, entramos em com o dono do cachorro para informá-lo da situação e oferecer nossas sinceras desculpas por termos sido incapazes de recuperar o cachorro.”

O dono, porém, não se contentou com a da companhia. “Não acredito que ele fugiu”, disse Allen. A Delta reembolsou o valor pago pelo dono do cão para transportá-lo, se ofereceu para cobrir os custos em vacinas e deu um crédito de US$ 200 para uma futura viagem de Allen e da namorada.

Fonte: G1

Comentários

Previous post

O gatinho do momento

Next post

Supeito morde o cachorro da polícia nos EUA

No Comment