0
Shares
Pinterest Google+

SÃO PAULO – Um casal dos Estados Unidos gastou US$ 155 mil para clonar o cão da família.

Sir Lancelot morreu em 2008 de câncer, aos 11 anos. Mas seus donos, Edgar e Nina Otto, preservaram seu e contrataram um empresa especializada em clonagem para produzir uma réplica do mascote.

O filhote é o primeiro comercial entregue pela empresa coreana BioArts. O pequeno Lancey tem 10 semanas de vida. O labrador nasceu na do Sul em 18 de novembro de 2008 e foi entregue a seus donos em 25 de janeiro, na Flórida.

Os Ottos são os primeiros de seis clientes da BioArts a receber clones de seus animais de estimação.

O casal participou do programa Best Friends Again e ganhou a possibilidade de clonar seu cão em um leilão online.

Como o processo de clonagem é complexo, a empresa oferece poucas vagas. Para poder encomendar um clone, é necessário ter o DNA do animal preservado. O processo leva de três a seis meses. O clone é entregue aos donos com cerca de oito semanas de vida, após testes para verificar sua saúde.

A BioArts tem para clonar cães, gatos e outras espécies em risco de .

Fonte: INFO Online

Comentários

Previous post

Após salvar a noiva, cão é convidado de honra em casamento

Next post

Tom e Jerry ganharão longa-metragem