Higiene dos cães: dicas para um banho sem traumas

Eles são adoráveis, amigos, carinhosos, e melhores ainda quando estão limpinhos e cheirosos. Quem tem um cachorro sabe que, além dos cuidados básicos com a alimentação, as vacinas e os passeios, a higiene também é fundamental.

A médica veterinária do Hospital Veterinário Pró Vita Rhéa Cassuli Lima dos Santos listou alguns cuidados que os profissionais de pet shops devem ter na hora do banho e que os responsáveis devem pedir e ficar atentos.

Antes: desembarace os pelos antes de molhar, sempre, e corte as unhas com muito cuidado. O ouvido deve ser tampado com algodão. Deixe que o pet faça xixi antes de começar o banho, para não estragar o banho depois.

Durante: cada animal deve usar um xampu com indicação pelo médico veterinário. Assim como nós, cada um é único, mas na dúvida um xampu neutro é sempre a melhor escolha! Não há necessidade de arrancar os pelos dos ouvidos, pelo contrário, isso irrita a pele e abre brecha para infecções. Higienizar com produto adequado seguindo a recomendação do veterinário já é suficiente.

Depois: a secagem deve ser feita adequadamente, escovando os pelos longos para que não embaracem. Uma dica importante é cuidar para que o secador e as escovas não machuquem os olhos e o canto da boca. Os profissionais devem evitar as gaiolas secadoras, pois ressecam e aquecem demais o ar, dificultando a respiração, principalmente dos cães de focinho curto.

A veterinária ainda lembrou sobre a frequência de banhos: para aqueles cães que não se sujam muito, uma vez por semana é o ideal. “O importante é deixar o animal sempre sequinho, e cuidar bastante para não entrar água no ouvido”, finaliza Rhea.

Autor: Rhéa Cassuli Lima dos Santos
Fonte: Paranashop

Deixe uma resposta