Queda de pelo canino

A agente administrativa, Gilca Maria Rolim, residente do Município de Sobral, Zona Norte do Estado, cria um cachorro há mais de três anos. “Dou banho com frequência e uso produtos de limpeza que compro em pet shop. Gostaria de saber porque o pelo dele cai tanto?”

Quadro dermatológico é a ocorrência de maior frequência na clínica médica de pequenos animais e pode ser visto por uma série de variâncias, sendo importante o histórico do animal e o exame clínico.

De acordo com os dados apresentados na pergunta, esta queda de pelo seria de natureza fisiológica, ou seja, a troca normal de um pelo velho por outro pelo novo, que ocorre geralmente no verão, quando temos as quatro estações, o que não é o nosso caso, pois temos calor todo o ano, portanto a troca acontece em qualquer época.

Patologia
Quando esta queda de pelo estiver aumentada e com lesões, que seria o aparecimento de áreas na pele sem pelo, que variam de 1cm de diâmetro até no corpo como um todo, temos uma queda de pelo chamada de patológica.

As causas patológicas podem ser ocasionadas por origens primárias, como: deficiência nutricional de alguns minerais como zinco e selênio, deficiências de vitaminas A, E, B3, ácido pantotênico, B6, PP, B8; por deficiência de ácidos graxos essenciais como ômega 3 e 6; por presença de ácaros, piolho, carrapatos, vermes, fungos, protozoários e bactérias.

Sendo que estas causas primárias citadas aparecem como as mais comuns na dermatologia e de fácil tratamento clínico.

Causa sistêmica
Temos, ainda, as causas secundárias, que são oriundas de doença sistêmica, como no caso de hipotireoidismos, hiperadrenocorticismos, nanismo hipofisário, dermatose responsiva a castração.

Temos também as de origem alérgica que aparecem, geralmente, em animais acima de 1 ano de idade.

Essas doenças de causa secundária são de natureza complicada e de difícil tratamento e requer muita paciência e dedicação do proprietário.

O ideal seria que a senhora levasse seu cão a um médico veterinário para que ele possa fazer uma avaliação e chegar a um diagnóstico preciso do que está ocorrendo com seu animal e instituir uma terapêutica específica para o problema dermatológico.

2 opiniões sobre “Queda de pelo canino”

  1. pare com o produto de limpeza e use sabonete de enxofre 1 banho por semana e de 1 comprimido por dia de corticoten pronto acaba o problema

  2. Esta resposta esta diretamente relacionada com o teor da pergunta: -” “Dou banho com frequência e uso produtos de limpeza que compro em pet shop. Gostaria de saber porque o pelo dele cai tanto?”.

    O excesso de banho associado a utilização de produtos sem a devida orientação de um veterinário ocasiona problemas na pele e no pelo do animal. Eu já enfrentei esta situação, foi um período muito dificil , parecia uma enfermidade sem solução, até que descobri , através de pesquisas, que o banho representa uma ” ameaça” a saúde do animal.

    Atualmente , meus cães tomam no máximo de 3 a 4 banhos por ano . Todos tem uma pelagem muito bonita e saudável , inclusive os de pelagem branca. O excesso de banho impede que o subpelo consiga secar adequadamente e, por consequencia acaba provocando esta queda de pelo , e muitas das vezes, acaba gerando uma escamação na pele, que resulta numa coceira intensa. Ou seja, a partir do momento que voce diminuir a quantidade de banho, o pelo e a pele vão se regenerar.

    A utilização de produtos deve ser feita de uma maneira muito criteriosa. Existem animais que são alérgicos até ao sabão de coco. O ideal é transformar o banho num momento muito especial , realizado no momento certo, na hora certa , de preferencia numa manhã ensolarada, longe de corrente de vento, enfim….deve atender uma série de procedimentos, inclusive com proteção total do canal auditivo. Boa sorte!!!!

Deixe uma resposta