Funcionária de pet shop corta orelha de gato durante tosa, em Florianópolis

Autor: Janara Nicoletti |Fonte

Uma cliente de uma clínica veterinária e pet shop de ficou decepcionada ao encontrar seu gatinho, que havia sido levado para ganhar e . O animal teve parte da durante o tratamento. A dentista Andressa Dallarin entrou em contato pelo VC no G1, para comentar o caso e pedir maior cuidado no trato com os animais que são levados para este tipo de .

O gato que se chama Bono foi levado para a veterinária na manhã de terça-feira (26), para banho e tosa. Por volta das 12h, o marido de Andressa foi buscar o animal. “Meu marido pagou e só depois ficou sabendo o que aconteceu. A funcionária disse que o gato se mexeu na hora da tosa e que acabou acontecendo um . Meu marido ficou muito ofendido na hora, por só saber depois de pagar”, explica Andressa, que reclama do descaso da clínica com o ocorrido.

Segundo a dentista, os funcionários da clínica disseram que a orelha do bichano foi cauterizada, mas só foi passada uma medicação para aliviar a dor do animal depois que o cliente pediu para a veterinária. “Eles reclamaram que o gato se mexeu, mas todas as pessoas que lavaram ele elogiaram por ser muito calmo. Eu acho que isto foi causado pela total inabilidade da funcionária”, analisa a dentista que é cliente há quatro anos do estabelecimento que fica na Beira-Mar Norte, em Florianópolis.

Em entrevista ao G1, a supervisora da pet shop Lovely Dog, Gisele Silva, afirmou que a veterinária, logo que soube do dano, foi reparar e cuidar do gato. “Ela inclusive receitou dois medicamentos sem custo algum. Depois conversou um tempo com o cliente, que saiu aparentemente tranquilo”, explica. Segundo Gisele, a funcionária que cortou o pedaço da orelha do animal vai ser advertida. “Mas isso acontece em pet shop, tem gatos e cachorros que se mexem muito na hora da tosa”, afirma.

Imagens: Ilustração/Divulgação/Reprodução/Internet

Comentários