Gato come nota de 500 euros e caso vai parar na justiça

Os juízes se recusaram a anular uma decisão do gerente de um banco , que não substituirá uma nota de 500 depois que um alegou que tinha sido comido pelo seu .

O de Frankfurt considerou que para provar a alegação, Peter Neumann teria que resgatar os restos não digeridos da nota da bandeja do seu animal de estimação e apresentá-los como prova para um recurso. Os juízes disseram que queriam ter certeza absoluta que era de uma única nota que tinha sido comido pelo gato.

Mas Neumann disse que havia jogado fora os restos da suposta nota de 500 euros.
“Não é que eu não quis ir vasculhar os excrementos do gato para conseguir o que é meu por direito. Eu não sei o que mais eu posso fazer.”

Via 24 Horas News

Imagens:

Comentários

, , , , , , ,