0
Shares
Pinterest Google+

Mais um caso de crueldade foi registrado neste final de semana em Votuporanga. Pelo menos seis gatos foram mortos no bairro Pozzobon, a principal suspeita é que todos tenham sido envenenados. A dona dos animais procurou a polícia e registrou um boletim de ocorrência de crueldade contra animais.

Procurada pela reportagem, a dona de casa M.R.G.L, 37 anos, relatou que os seis gatos morreram da mesma maneira. “Entre sexta e domingo à noite encontrei seis dos meus gatos mortos. Todos morreram da mesma maneira, agonizando e com a boca espumando. Coisa de minutos, não dava nem para levá-los para clínica veterinária, pois morriam muito rápido. Eles me olhavam e pareciam pedir ajuda”, disse.

“Não sei por que fizeram isso. Todos meus gatos eram castrados e ficavam o dia todo dentro de casa, saíam no máximo na calçada e logo retornavam. Não é a primeira vez que isso acontece. Coisas de seis meses atrás, aconteceu igual. Mataram da mesma maneira cinco gatos”, relatou a proprietária dos animais mortos.

O caso é investigado pela DIG (Delegacia de Investigações Gerais).

Abandonados
Em outubro, sistema de câmeras de uma clínica veterinária flagrou o momento em que uma mulher abandonou seis filhotes de gato, em uma caixa de papelão, em frente a uma clínica veterinária.

Nenhum dos animais sobreviveu. Os que não morreram por desnutrição, devido ao forte calor, foram atropelados, já que a avenida onde foram deixados – av. Antônio Augusto Paes – é de grande fluxo de automóveis.

As imagens foram captadas por volta das 5h18 do sábado, feriado de Nossa Senhora Aparecida. O médico veterinário da clínica, G.C., relatou que chegou ao local por volta das 11h e encontrou três gatos dentro da caixa bastante debilitados. Mesmo com tratamento, eles não resistiram. A DIG ainda investiga o caso.

Olhos perfurados
Outro ato de crueldade contra felinos aconteceu em agosto. Um gato teve os olhos perfurados durante um trabalho de ‘simpatia amorosa’. A denúncia foi feita por funcionários do cemitério municipal a membros do Spavo (Sociedade Protetora Dos Animais de Votuporanga).

Ativista foram até o local no intuito de localizar o felino e encaminhá-lo até um veterinário. Mas ele não foi encontrado.

Esse tipo de simpatia é uma espécie de trabalho amoroso, feito quando uma pessoa não aceita o fim de relacionamento e pratica tal crueldade com felinos para reconquistar a pessoa amada. Esses feitiços são considerados amarrações de amor e prejudicam os animais.

Previous post

Coelhos lotam parque e podem virar comida para animais de zoo no DF

Next post

Animais de estimação ajudam crianças a desenvolver habilidades sociais e emocionais

No Comment