0
Shares
Pinterest Google+

Para a plataforma de viagens compartilhadas BlaBlaCar, casos de usuários que viajam com seus animais são cada vez mais comuns. Veja como usar!

Ao longo do tempo, os pets foram promovidos de simples animais de estimação a importantes membros da família. A companhia deles não pode ficar de fora nem mesmo em um momento importante como as viagens. , pousadas e restaurantes “pet-friendly” (que aceitam animais de estimação) tem se tornando cada vez mais comuns no Brasil, mas é preciso planejar a questão do transporte.

de com um pet, além de caro e burocrático, pode ser muito estressante para o animal. Já de , não são todas as empresas que aceitam os bichinhos a bordo. O carro acaba sendo então são a melhor forma para transportá-los, tanto no quesito quanto e liberdade. E para quem viaja de ? Também vale.

Segundo a BlaBlaCar, maior plataforma de caronas do mundo, o número de viajantes que aceitam levar animais tem crescido em todo o mundo. No Brasil, cerca de 82% dos membros cadastrados são adeptos da com cães e gatos. Para 10% deles, os pets são sempre ótimas companhias, independentemente da espécie ou tamanho.

Um caso que ilustra essa relação é o do administrador paulista Julio Cesar Rodrigues, que mora em , a mais de 500 km de Belo Horizonte, onde vive a noiva Fabiana Ramos. Toda vez que viaja para ver a companheira usando a plataforma de caronas, ele, como condutor, carrega pelo menos um dos três cãezinhos da raça Yorkshire, que pertencem ao casal. Os cachorros, aliás, também são compartilhados. Assim como o casal, eles vivem viajando.

“Levar nossos cães nunca foi um empecilho para os que dividem a viagem comigo. Além de marcar a preferência no meu perfil, faço questão de avisar os caroneiros com antecedência, o que torna a viagem bastante agradável”, diz Julio Cesar, que usa a BlaBlaCar pelo menos duas vez por mês.

Como avisar os outros usuários
Por meio de uma função da plataforma, todos os membros da BlaBlaCar, sejam eles condutores ou passageiros, podem informar, na hora de montar o perfil, se aceitam ou não viajar com animais. É a função “pet-friendly” (abaixo).

O site recomenda ainda que o deixe claro em sua descrição de viagem se pretende levar um animal, além de detalhar qual a espécie e porte do pet. Se estiver viajando com gatos, por exemplo, é importante prevenir o condutor e outros passageiros devido a de alergia a pelos.

Já do lado do condutor, quem quiser levar o pet, como no caso do Julio, a BlaBlaCar recomenda que ele deixe claro na descrição da viagem que vai viajar acompanhado de um animal, e qual a sua espécie e porte.

Para fazer uma viagem mais segura e tranquila com o animal, a plataforma lembra ainda que é preciso pensar na segurança do bichinho, dando preferência para o transporte em caixa, cadeira adequada ou especial para cães e gatos – ao invés de deixá-lo solto no carro. Segundo o Código Brasileiro de , é considerada infração grave animais entre braços ou pernas. A BlaBlaCar também destaca a de levar a carteira de , identificar o animal e fazer algumas paradas durante o trajeto, tanto para o urinar, beber água e gastar um pouco de energia.

Comentários

Previous post

Quer fazer uma festa de aniversário para o seu pet, mas não sabe por onde começar? Confira estas dicas!

Next post

Devo escovar os dentes do meu cão?

No Comment