0
Shares
Pinterest Google+

PetShop2Já pensou se o cachorrinho de uma criança escapa durante o transporte entre a casa do cliente e a clínica veterinária? E se acontece algum durante o banho ou a tosa, como quedas ou queimaduras? São muitos os incidentes que podem acontecer num negócio de pet shops. Há quase um ano, em abril de 2010, um cão da raça shih tzu morreu na Inglaterra por causa do calor excessivo da cabine de secagem de pelos.

Nessas horas, o de tem de saber lidar com o dos donos dos animaizinhos e arcar com o prejuízo. Pensando nisso, Carlos Eduardo Ribeiro, diretor da área de seguros da Petmais, sugeriu uma linha de seguros para quem atua no segmento. Foram seis meses de pesquisa de mercado até o lançamento do serviço.

“Uma centena de clientes já estão em processo de cotação”, conta Ribeiro. “Deixar o mercado garantido para a grande maioria dos donos de cães é objetivo da Petmais”, diz, afirmando que pretende atingir mais de 5 mil estabelecimentos.

O principal objetivo do de Responsabilidade Civil para pets shops, que tem a Ace Seguros por trás, é o de garantir a proteção caso seja responsabilizado civilmente por ter causado danos involuntários pessoais ou materiais aos bichinhos. Os planos para cobertura de R$ 100 mil, por exemplo, custam quatro vezes sem juros de de R$ 136,91 (ou R$ 1,50 por dia).

Previous post

Prédios querem limitar peso de bichos

Next post

Conheça um bicho que parece porco, mas não é

No Comment