Como evitar o estresse em animais domésticos

O em animais domésticos é mais comum do que se imagina.

Situações adversas estão constantemente presentes na rotina das pessoas, trazendo muitas vezes o físico-mental e estresse. Isso, porém, não é restrito apenas às pessoas. Os animais domésticos também enfrentam esse problema. Os bichos de estimação costumam desenvolver uma relação de dependência e dominância sobre os donos, sendo muito sensíveis a uma relação instável ou até mesmo ao do proprietário. Algumas situações, muitas vezes tidas como engraçadas, como o cão correr freneticamente ao redor da vasilha de comida quando o dono chega em casa após um período de trabalho, por exemplo, pode ser um sinal de estresse. Atitudes como cavar, morder, arranhar portas e janelas, uivar, latir, chorar e urinar e defecar em lugares impróprios são sintomas comuns desta alteração. A primeira coisa que vem à cabeça do proprietário é classificar o animal como desobediente ou mal-educado. Mas o que pode estar ocorrendo na verdade é o acometimento do animal por estresse.

dog12

Sabe-se que o estresse pode trazer diversos danos à saúde das pessoas. No caso dos bichos de estimação, não é diferente. Animais acometidos por estresse podem desenvolver problemas gástricos ou até tornarem-se agressivos. Dentre as situações que podem desencadear o estresse em animais domésticos estão: períodos de fome ou sede, viagens, falta ou excesso de exercícios, solidão, mudanças na rotina, ambiente conturbado – por exemplo, presença de outros animais ou pessoas desconhecidas, datas festivas – fogos de artifício, banho e tosa, consultas veterinárias, participação em exposições ou competições, etc.

Além de estarem atentos a essas situações adversas, os donos de animais de estimação também podem lançar mão de suplementos nutricionais com função antiestresse, já disponíveis no mercado. É caso do Triptophan®, fabricado pela Vetnil – um dos maiores laboratórios veterinários do País, que apresenta fórmula à base de Triptofano, Magnésio, Vitamina B1 e Extrato Protéico Vegetal, indicado justamente para diminuir o estado de inquietação do animal. É ideal para animais que participam de competições, pois não afeta o desempenho dos mesmos. O Triptofano e o Magnésio estão relacionados com a síntese de serotonina, uma substância que está diretamente ligada com a diminuição de estresse, proporcionando sensação de bem-estar. Já o Extrato Protéico Vegetal é responsável por auxiliar na obtenção dos efeitos antiestresse. O Triptophan® é administrado por via oral e está disponível em seringas com 15 e 30 gramas. Mais informações no site www.vetnil.com ou no SAC 0800.109.197.

Imagens:

Comentários

, , , , ,

Um comentário sobre “Como evitar o estresse em animais domésticos

  1. Olá

    Muito interessante o que voce nos tráz. O estresse que teve como estudioso Hans Seye em 1936,através de inúmeros estudos realizados, pode ser entendido como uma síndrome(uma somatória de sintomas) que pode aparecer em fases distintas no comportamento animal(psicologia comparada animal) e no comportamento humano(psicologia geral).Assim como nós, os peludinhos também podem manifestar certos desagrados e descontentamentos como ,solidão,desamor,sobrecarga,temor,tristeza, enfado, ambiente pobre de estímulos, etc…, desenvolvendo comportamentos distintos e únicos. Não existe uma regra para dizer o que pode realmente desencadear em tal bichinho, tal reação emocional. Cada um vai reagir diferentemente do outro. Contudo é interessante o dono perceber quais os elementos estressores para o seu bichinho .Cabe a cada dono de um peludinho tentar levantar o perfil deste com uma dose de monitoramento, para poder avaliar o que pode desencadear tal síndrome. O medicamento Triptofano contém magnésio, o mesmo componente das pastas dentais. Que tal escovar os dentinhos de nossos peludinhos, e assim ativar a substância serotonina nos cérebros deles ? É importante também avaliar qual o grau de tensão do dono, pois que este ,pode estar “passando “ao seu peludinho ,” contaminando mesmo ” , e demonstrando o seu descontentamento com ataques de raiva, fúria, apatia,desânimo,depressão, ansiedade,pânico, etc..
    So para terminar:-“É difícil você ver o quadro quando você está dentro da moldura”!

    abraços

    suely bischoff machado de oliveira
    psicóloga
    atibaia