0
Shares
Pinterest Google+

Fevereiro é o mês deles, conhecidos por terem sete vidas, ar misterioso e altivo, mas também dóceis e amigos.

Os gatos vem ganhando espaço nos lares brasileiros, onde os cachorros ainda são preferência. Esse cenário é bem distinto na Europa e nos Estados Unidos, onde os gatos já lideram há anos. Até uma organização italiana de defesa aos animais escolheu a data para defender os felinos de perseguições e promover adoções sob o lema “todos juntos contra a superstição”.

De acordo com levantamento da Comissão de Animais de Companhia (COMAC) do Sindicato Nacional das Indústrias de Produtos para Saúde Animal (SINDAN) em 2013, 44% dos lares brasileiros tem algum animal de estimação em casa. Os gatos representam 11%, ou seja, 10 milhões de bichanos, cifra que aumentou 43% desde 2009. Atualmente, apenas 9% dos nossos cães têm até 1 ano de idade, contra 20% dos filhotes de gatos. “Essa tendência de crescimento pode ser explicada pela verticalização das cidades e praticidade do gato, que não precisa sair para passear, exige pouca companhia humana e aprende por instinto a usar a caixa de areia”, avalia Isabela Coudry, gerente técnica da área de Animais de Companhia da .

gato-andando-feliz-petrede

“Apesar disso, os gatinhos também precisam de e vacinação adequada. “Gatos costumam passar a imagem de animais solitários e, às vezes, alguns podem preferir ficar sozinhos a ter que interagir com qualquer animal ou pessoa. Mas os gatos, apesar de independentes, higiênicos e muito educados, também podem gostar muito de companhia e carinhos, muitos deles desenvolvendo ligações muito próximas com os tutores”, explica Isabela.

CUIDADOS ESPECÍFICOS: Nada melhor para comemorar o mês dos gatos com algumas dicas e cuidados para este verão, de calor atípico no : ofereça bastante água fresca e mantenha sempre um local sombreado para ele dormir e abrigar-se do calor, mantenha seu jardim livre de plantas venenosas para gatos, como a begônia e a azaleia, e mantenha a vacinação sempre em dia. Sim, gatos também precisam ser vacinados e não somente contra a raiva! Existem doenças infecciosas que acometem os gatos e que podem ser prevenidas com a vacinação.

“As funções respiratória e renal são algumas das mais afetadas no que diz respeito às doenças de maior frequência em gatos e, portanto, devem estar sempre no foco das atenções de quem conta com um bichano de estimação em casa”, alerta Isabela. O trato urinário e intestinal dos felinos também é propenso a algumas complicações bastante comuns.

Pensando no cuidado com os felinos, a Merial colocou no mercado uma solução customizada, ® Combo Solutions Gatos, para combater pulgas e carrapatos, reunindo toda a eficácia e a segurança de que os gatos precisam para levar uma vida saudável e feliz com seus tutores.

Previous post

Qual animal tem a gestação mais longa?

Next post

Durmo onde eu quiser e ninguém tem nada a ver com isso!

No Comment