0
Shares
Pinterest Google+

A apresentou um novo dispositivo que permite que possam “falar” sobre seus no . Desenvolvido pelo Laboratório de Ciência da da companhia (CSL, na sigla em inglês) em parceria com a de Tóquio, no , o aparelho está equipado com , sensor de aceleração e GPS, entre outros recursos, para gravar as atividades de um gato.

Com os dados coletados na combinação desses recursos, o dispositivo deduz as atividades feitas pelo gato, como caminhar, dormir e comer, por exemplo. As informações são então transmitidas por Bluetooth para o e postadas no Twitter.

Com o dispositivo, é possível postar um comentário automático do tipo “Isso é gostoso” quando o gato estiver comendo algo, por exemplo.

No momento estão disponíveis apenas 11 frases que podem ser postadas no Twitter, mas a equipe da Sony envolvida no projeto espera aumentar esse número em breve, além de incluir um recurso que permita alterar os comentários de acordo com a ação anterior do animal. “Por exemplo, se um gato ficar andando após comer, um comentário do tipo ‘As têm um gosto melhor depois de uma caminhada’ poderá aparecer no Twitter”, disse a , de acordo com o site “Tech-On!”.

Para que os não estranhem ou se recusem a usar o adereço, o CSL da Sony desenvolveu o dispositivo nos moldes de um colar – ou –, que tem no máximo 5% do do “gato-cobaia”.

“Se for colocado na mesma posição que um colar, a maioria dos gatos não se recusa. Quando é colocado em outras partes, como as costas, os gatos vão se recusar a usar e tirá-los de lá”, avaliou o CSL da Sony.

Além disso, o dispositivo é capaz de reconhecer outros gatos a partir de captadas pela câmera embutida no aparelho, que são comparadas com outras de felinos usadas como referência no experimento.

Fonte: teVia

Comentários

Previous post

Centro médico dos Estados Unidos contrata cachorro terapeuta

Next post

Cão morre atropelado e dona terá que pagar por conserto de carro