0
Shares
Pinterest Google+

Era dia de para a Silva. O menino queria Flávia Alessandra; a irmã, Lady Gaga. O marido ficou em silêncio observando a de Spitz que mordia freneticamente seu pé. Aquele empinado lembrava alguém. Um sorriso iluminado percorreu seu rosto no mesmo instante em que o da sogra saiu de sua boca: Dalva. A mulher revidou em dose dupla e sugeriu Alda Silvia, mãe e irmã do respectivo.

Após alguns dias, o marido ganhou uma adepta (“tem o nariz da vó mesmo, não é, pai?”). Parecia que o nome estava definido quando a mulher surtou. O filho, que gostava da avó nariguda, aderiu à causa da mãe. Alda Silvia até formava um nome pomposo, “mas põe só Alda, mãe. Essa bichinha é teimosa igual a vó!”. Dalvalda surgia, mas era cedo para definir.

Dar um nome ao mascote nem sempre é uma fácil, ainda mais quando não é previamente estabelecido a quem cabe a . Nesse caso, o palpite corre solto e seu bichinho pode ter duas, três, quatro formas de ser chamado antes de sair aquele som definitivo que terá tudo a ver com ele!

pet-rede-filhote-lindo-olhar

1. Não arrisque no primeiro dia

O nome pode não sair no dia, nem no mês em que se adquire um animal de estimação. Pode até ser “batizado” de imediato, mas é bom ter em mente que virão adaptações e crianças são mestras nisso. Mesquita vira Mesquinha, Barbarella passa a se chamar Barbie, Asdrubal fica Adubo e por aí segue.

2. Viva momentos especiais

Vai haver, com o passar do tempo, momentos únicos, atitudes que revelam a personalidade do mascote, cenas por ele protagonizadas que marcarão a da família para sempre. Bisteca ganhou seu nome no dia em que roubou da mesa a referida carne; depois de roer a carteira do dono, e de se esconder debaixo do sofá, Gatuno não perdeu a fama.

3. Nomes próprios

Outra fonte bastante comum é recorrer aos nomes próprios. Tem gente que tem verdadeira fixação por alguns nomes que agora finalmente poderão ser pronunciados dentro de suas casas. Mas ! Brincadeiras podem custar caro. Nome do chefe no cachorro pode ser divertido até o dia em que ele descobrir. Antes de ficar chamando pelo seu pet nos corredores do prédio – e algum morador abrir a porta perguntando por que você está atrás da filha dele – é bom investigar se o nome pretendido já existe no condomínio.

cachorro-filhote-oculos-petrede

4. Nomes exclusivos

Um nome 100% do seu pet? Misturar a grafia do pessoal da casa foi a solução que Mônica e Carlos encontraram para a gata Móca; Júlio e Beatriz logo se identificaram com o poodle Jube e as irmãs Silvana e Vânia se divertem com a vira-lata Siva.

5. Homenagens

Há também quem se sinta lisonjeado. Carmem ficou feliz em saber que a gata da sobrinha, o presente mais esperado do Natal, era sua mais nova xará. É bom lembrar que perguntar não ofende.

E foi nessa onda de homenagem que se encerrou o impasse da família Silva. Esse grande aliado, o tempo, ajudou os irmãos a dar um basta na guerra dos pais que tiveram suas sogras homenageadas em pé de igualdade, dia em que Dalda foi finalmente apresentada à grande família.

Anterior

5 motivos para incentivar os cães a destruírem seus próprios brinquedos

Próxima

Como limpar o espaço onde o cachorro faz xixi na casa?

  • Adorei a ideia de misturar os nomes dos donos pra criar nomes originais. Não gosto de bicho com nome de gente. Um ex-namorado meu tinha 3 gatos: Roberto, Claudio e Oswaldo. Era muito bizarro ver ele conversando com os gatinhos! rs