0
Shares
Pinterest Google+

Amados por seus donos, os cães são cada vez mais expostos em publicadas nas mais diversas , ganhando elogios, comentários e curtidas de todo o público apaixonado por animais.

No entanto, quem tem um cãozinho como parte da já sabe que nem sempre a tarefa de fotografar um animal é fácil como parece, e que certas medidas devem ser tomadas na hora de realizar um fotográfico canino, evitando e possibilitando a captura de momentos felizes do pet para serem compartilhados com o resto do mundo.

Seja em casa ou em um estúdio próprio para fotografias, preparar o animal antes da sessão de fotos é de grande importância para obter bons resultados nas imagens. Quem deseja cliques certeiros e que destaquem o pet deve tomar o cuidado de passear um pouco com seu bichinho de estimação antes do início das fotos, garantindo que ele esteja com um pouco menos de energia e, portanto, menos propenso a ações imprevistas durante o processo.

cachorro-fotografia-maquina-fotografica-petrede

Acostumar o cão com a presença da máquina (evitando sustos em função das luzes dos flashes ou dos ruídos da câmera) e garantir que ele saiba obedecer a comandos básicos de adestramento – como sentar, deitar e permanecer quieto – também são boas pedidas para um ensaio fotográfico tranqüilo e de bons cliques.

A iluminação também é de grande influência no resultado de qualquer e deve ser devidamente preparada antes que o animal seja colocado no ambiente das fotos , já que a impaciência do pet pode acabar prejudicando os preparativos de luz e uma má iluminação pode fazer com que as imagens não saiam boas como esperado.

Acima de tudo, é fundamental recompensar o animal pelo seu bom trabalho ao longo da sessão de fotos. e brinquedinhos devem estar sempre a mão durante o ensaio, além dos carinhos e palavras de do dono, que deve mostrar ao pet o bom trabalho que ele está fazendo ao posar para os cliques.

Matéria validada pela Dra. Raquel Madi (CRMV – SP 20.567), Médica Veterinária formada pela Universidade Estadual de Londrina – PR e responsável pelo setor de Radiologia, Ultrassonografia e Ressonância Magnética em Hospital Veterinário de São Paulo. Dra. Madi é integrante da equipe de veterinários do portal CachorroGato.
Anterior

Por que levar o cachorrinho filhote ao veterinário?

Próxima

Você sabe com o que os animais sonham?

  • Muito boas as dicas, vale a pena tentar. Mas eu tenho uma cadelinha aqui que vc pode passear com elas por horas que ela não vai esgotar a energia, rsrsrsrsrsrs.