0
Shares
Pinterest Google+

O burburinho do começo desta semana no Twitter foi o lançamento da ‘Pelemania’ de bolsas e calçados da Arezzo, que usa peles de animais exóticos em sua . Após receber uma avalanche de críticas, a decidiu, na última segunda-feira, retirar de suas lojas as peças feitas com peles de coelhos e raposas.

As críticas começaram a tomar força ao longo do fim de semana e o nome da marca chegou a figurar entre os Trending Topics do Twitter, com a maioria esmagadora das mensagens pedindo o boicote dos da nova coleção. Uma imagem chocante, com o “outro lado” dos vendidos, mostrava raposas e coelhos sem pele ao lado dos sapatos e bolsas da marca.

Em resposta à repercussão negativa, a empresa fez um anúncio no seu site: “A Arezzo entende e respeita as opiniões e manifestações contrárias ao uso de peles exóticas na confecção de produtos de vestuário e acessórios. E, por respeito aos consumidores contrários ao uso desses materiais, estamos recolhendo de todas as nossas lojas as peças com pele exótica em sua composição, mantendo somente as peças com peles sintéticas”.

Em entrevista ao site ModaSpot.com, o fundador e presidente do grupo Arezzo, Anderson Birman, afirmou que a marca não irá mais usar peles em suas confecções, mas ressaltou que todos os produtos já usados são importados e têm certificado de origem e do Ibama. “Não imaginávamos que causaria essa polêmica, até porque são peles regulares como todas as peles e couros que utilizamos”, disse.

Comentários

Previous post

Pets shops aderem ao seguro de Responsabilidade Civil

Next post

Irã quer proibir bichos de estimação, diz revista americana