0
Shares
Pinterest Google+

Quer confeccionar o cartão com uma bela foto de seu animal de estimação? Pode parecer fácil, mas clicar pets pede paciência. Afinal, costumam se mexer sem parar e se distraem com qualquer coisa.

Confira 10 fundamentais para evitar problemas, listadas pelo fotógrafo Andrew Darlow, autor da obra Pet Photography 101: Tips for Taking Better Photos of Your Dog or Cat (em tradução livre, Fotografia Pet 101: para tirar melhores fotos de seus cães e gatos), no site Petside:

1 – Comece devagar
Câmeras causam nos animais de estimação. Coloque o aparelho ao redor do pescoço ou segure-o na mão enquanto acaricia ou brinca com o pet, deixando com que o cheire e analise. Comece a tirar fotos com uma certa distância e se aproxime aos poucos, para que seu amigo se acostume com seus sons e luzes.

2 – Planeje o horário da foto
Seu cão é muito agitado? Então, fotografe-o depois de voltar de uma caminhada matinal. Assim, terá menos energia e melhor capacidade de escutar, o que facilita sua meta de fazer com que se sente e permaneça no lugar enquanto é clicado. Quer uma foto em movimento e seu gato é preguiçoso? Espere para colocar a sessão em prática depois de sua soneca.

3 – Escolha bem o local
Fotografe o animal de estimação em um lugar que frequenta e se sinta confortável. Levá-lo a um espaço desconhecido fará com que os novos cheiros, paisagens e sons o distraiam.

4 – Avalie a luminosidade
Os melhores momentos para fora de casa são 10h e 14h, quando o sol emite luz dourada. Evite o meio-dia, porque a posição solar faz com que a luz achate os objetos, animais e pessoas.

5 – Pense no cenário
Não é necessário colocar mil e um itens decorativos para montar o cenário. Um objeto disposto no fundo, como uma guirlanda ou uma caixa de presente, basta. Se quiser incrementar, dê algum brinquedo para o pet.

6 – Não perca o foco
Para evitar imagens borradas, selecione a opção “ação” ou “modo pet” na . Em relação ao flash, tenha cuidado. Pode deixar os olhos do animal vermelhos. Se realmente precisar usá-lo, fique longe do “modelo” e use o zoom.

7 – Escolha a pose
Uma boa fotografia depende de a pose parecer natural. Alguns animais saem melhor deitados no sofá e outros em pé, por exemplo.

8 – Fique atento ao ângulo
Cães maiores podem ficar bem deitados no sofá enquanto você o fotografa localizado a poucos passos atrás. Também vale acompanhar com a câmera o movimento do gato enquanto caminha pela mesa. Teste vários ângulos.

9 – Peça ajuda
Fazer com que o pet olhe para a câmera no momento do clique não é tarefa simples. Peça a ajuda de alguém para que chame sua atenção ao falar seu nome ou mostrar recompensas.

10 – Tenha paciência
Ao contrário das pessoas, os animais não são treinados a sorrir e posar para fotos. Portanto, tenha calma. Clique o pet em intervalos de 10 a 15 minutos.

Anterior

Aprendar a dar banho da maneira correta no seu cão

Próxima

Fique atento ao calendário de vacinação do seu pet