0
Shares
Pinterest Google+

Manter níveis aceitáveis de e ficar longe de nocivos são medidas que podem garantir uma de segura e saudável para o seu pet

é uma época para aproveitar a família e se divertir nas tradicionais confraternizações, mas também pode ser um momento perigoso para nossos gatos e cães. De aumento nos níveis de estresse até alimentos prejudiciais à saúde, algumas deste período do ano podem ser intensas demais para os animais de estimação. A ®, marca da Mars que é referência em Nutrição Saúde para gatos e cães, está incentivando os tutores de pets a terem para garantir que os gatos e cães permaneçam seguros e saudáveis.

Problemas gastrintestinais como vômitos e diarreia são comuns em gatos e cães durante todo o ano, mas podem ser especialmente corriqueiros durante a temporada de festas”, relata a Dra. Catherine Lenox, Médica-Veterinária especialista em Nutrição e Gerente Global de Comunicação Científica da ROYAL CANIN®. “Quando há estresse adicional, como convidados em casa, bem como mais comida ao redor- incluindo alimentos que os seres humanos podem comer, mas que são tóxicos para animais de estimação – há um maior de distúrbios gastrintestinais em nossos pets”.

O papel dos tutores é evitar o acesso fácil a alimentos perigosos e diminuir estressantes para seus pets.

Problemas gastrintestinais – Se a rotina do seu pet muda durante as festas, você pode notar sinais clínicos digestivos irregulares, mas eles podem ser também sinais de uma ou de uma condição mais grave. Se seu animal de estimação tiver quaisquer sinais de vômitos e diarreia, você deve entrar em contato com seu Médico-Veterinário imediatamente. Sinais de problemas gastrintestinais incluem: vômitos, regurgitação, diarreia e diminuição do apetite.

Alimentos tóxicos – Não é nenhum segredo que as comidas são mais gostosas durante as festas, porém muitas delas podem prejudicar nossos pets. Os convidados podem não se dar conta que seu gato ou cão não deve comer restos de comida ou que devem manter as sobras fora do alcance deles. Uma mudança na dieta pode causar dor de estômago, especialmente se introduzida repentinamente. Os alimentos que são particularmente perigosos aos pets incluem: chocolate, principalmente o amargo, massa crua de pão, nozes, frutas secas, peru, álcool, doces e produtos assados com adoçantes artificiais. A decoração, como lantejoulas, guirlandas ou pinhas, e até a água usada para regar a árvore de , também podem ser um perigo para animais de estimação curiosos.

Aumento do estresse – Os feriados não são apenas momentos agitados para os seres humanos, mas também são para os pets. Gatos e cães são expostos a situações complicadas, como uma temporada em um canil ou hotel, viagens e até mesmo o encontro com novas pessoas, o que causa uma mudança na rotina e pode levar a problemas digestivos. Qualquer desvio de normal do animal pode ser uma indicação de estresse, tais como: falta de apetite, diminuição da interação com seus tutores e distúrbios gastrintestinaiscomo vômitos e/ou diarreia. Os tutores podem minimizar o estresse de seus pets fornecendo um de vida estável e evitando interações e experiências desagradáveis.

Antes das festas, os tutores devem considerar formas de evitar situações potencialmente perigosas. Entre em contato com seu Médico-Veterinário se o seu pet der sinais de desconforto ou de problemas digestivos.

Sobre ROYAL CANIN®
A multinacional Royal Canin é uma das maiores fabricantes mundiais de alimentos de alta qualidade nutricional para Gatos e Cães, com 13 fábricas no mundo e presente em 92 países. Desde sua fundação em 1968, considera sempre o Gato e o Cão em primeiro lugar e tem sua história focada no conhecimento e respeito por estes animais.

Em 2002, passou a fazer parte da Mars, Inc., líder mundial em alimentos para animais de estimação. A unidade brasileira da Royal Canin está instalada em Descalvado, interior de São Paulo, desde 1990, e conta com o apoio logístico de 37 distribuidores exclusivos. Disponibilizam ao mercado mais de 150 alimentos, incluindo produtos específicos para raças, portes, idades, estilos de vida, necessidades específicas, especiais e auxiliares no de algumas doenças. Seus produtos estão disponíveis em canais especializados, entre os quais, clínicas veterinárias e pet shops, em mais de 15 mil pontos de vendas no Brasil.

Anterior

Quer adestrar sua calopsita? Confira 10 dicas

Próxima

Cachorro também tem medo de ficar sozinho