0
Shares
Pinterest Google+

Veterinários americanos estão relatando um estranho fenômeno: cachorros e gatos , até mesmo alguns filhotes, estão repentinamente se tornando hormonais.

petrede-labrador-beijo

Nas fêmeas, os sintomas lembram os do : genitais inchados, liberação de sangue e problemas comportamentais. Os animais machos estão aparecendo com tecido inchado no peito e perda de pelos. padrão, e até mesmo a repetição das operações, não surtiram efeito.

Agora, os veterinários identificaram o culpado. Todos os animais pertenciam a mulheres que usavam cremes de hormônios nas mãos, braços e pernas para combater os sintomas da menopausa. Os animais que lambiam ou se aconchegavam em suas donas, ou que se encostavam em suas pernas, estavam inadvertidamente expostos a doses de medicamentos hormonais.

Esses relatos informais, dos quais aproximadamente 20 foram coletados pela Rede de Informações Veterinárias dos , um serviço de notícias da profissão, sugerem que muitas mulheres não tomam as precauções adequadas ao usar com hormônios – colocando em de não só os bichos de estimação, mas também seus familiares e amigos.

“As cadelas lambem e se esfregam na área tratada e absorvem o medicamento, o que as leva de volta ao cio”, afirmou o Dr. Terry Clekis, veterinário em Bradenton, . Clekis já observou cinco casos de exposição animal a cremes de menopausa, incluindo uma cadela que aparentemente entrou no cio seis meses após ter sido castrada.

Clekis temia ter deixado resíduos de tecido do ovário após a operação – então ele a repetiu, sem encontrar nada. Foi sua esposa, conversando com a dona do animal, que descobriu que ela estava usando um creme de hormônios. Assim que a dona passou a tomar precauções contra expor sua cadelinha, os sintomas desapareceram.

A FDA (agência que controla a venda de alimentos e nos EUA) divulgou uma advertência no verão, depois que oito expostas ao spray de estrogênio Evamist mostraram sinais de puberdade prematura – como inchaço dos mamilos e de seios. A agência também recebeu dois relatos de cachorros expostos ao spray, e no ano passado emitiu outra advertência após oito crianças serem expostas a uma loção de testosterona.

O uso de estrogênio tópico, na forma de creme, spray e gel, tornou-se popular depois que um grande estudo governamental ligou medicamentos orais de menopausa a maiores riscos de ataques cardíacos e .

Nos anos passados, forneceram 440 mil receitas para produtos de estrogênio tópico de balcão, quase três vezes o número de 2006, segundo a IMS Health, um serviço de informações sobre medicamentos. E esses números não incluem as estimadas um milhão de mulheres usando cremes compostos de hormônios, que são manipulados por farmacêuticos e foram amplamente promovidos como uma alternativa aos medicamentos comerciais contra a menopausa – mesmo com a FDA garantindo que esses supostos hormônios “bio-idênticos” não são mais seguros que os hormônios da de remédios (a popularidade dos compostos explodiu depois que a atriz Suzanne Sommers escreveu dois livros sobre seus muitos à ).

A Dra. Cynthia A. Stuenkel, endocrinologista da da Califórnia, em San Diego, e ex-presidente da Sociedade Norte- da Menopausa, disse que a sociedade estava entrevistando seus membros para coletar relatos de exposição involuntária a hormônios por cachorros ou crianças. Outro problema, segundo ela, é que os médicos que receitam os produtos geralmente tratam mulheres mais velhas, mas os médicos que veem os problemas são pediatras e veterinários.

“Nós precisamos ligar os pontos entre esses grupos, para que pediatras e veterinários pensem nessa possibilidade muito antes de submeter crianças e animais a inúmeros exames”, explicou ela. Mas alguns veterinários dizem que as mulheres não são informam sobre o uso de remédios hormonais, simplesmente porque não ocorre a elas que isso possa estar relacionado ao problema de um animal.

O Dr. Walter R. Threlfall, veterinário especializado em saúde reprodutiva, teve um caso envolvendo um pequeno cachorro de colo que estava liberando sangue regularmente. Em três consultas diferentes, ele perguntou à dona se o cachorro poderia ter sido exposto a algum produto de estrogênio – recebendo uma resposta negativa em cada uma das vezes. Finalmente, ela reconheceu que estava usando um creme de estrogênio em seu braço.

“O cachorro lambe o creme toda noite”, ela disse a Threlfall. Numa entrevista, o médico disse: “Ela gastou muito dinheiro com o cachorro, e eu poderia ter solucionado o problema na primeira vez – simplesmente dizendo para ela manter o cachorro longe do creme”.

O Dr. Richard Fried, proprietário do Hospital Veterinário Lincoln Square, em Manhattan, contou de dois gatos que pareciam ter voltado ao cio após serem castrados por veterinários diferentes. Exames em um deles mostraram altos níveis de estrogênio no sangue, mas antes de refazer a operação, o criador do gato sugeriu que a causa podia ser o tratamento de hormônios de sua dona.

“Estamos sempre advertindo donos de animais sobre seus medicamentos”, afirmou Fried. “Mas este é um tipo de problema muito mais sutil, e a maioria das pessoas nem pensa a respeito”.

Stuenkel diz que as mulheres devem ser aconselhadas sobre o uso seguro dos remédios.

Após usar um creme tópico hormonal, elas devem lavar cuidadosamente as mãos antes de manusear alimentos, tocar em crianças ou animais. O produto deve secar completamente antes de haver qualquer contato com pessoas ou animais, e as mulheres também podem considerar mudar a área de aplicação dos cremes – ou cobri-la com calças ou mangas longas.

“Nós aprendemos muito com essas histórias dos animais de estimação”, afirmou Stuenkel. “As pessoas estão deixando os cachorros lamberem suas mãos após usar o creme, ou os pegam no colo com o creme ainda úmido. Precisamos ensinar as mulheres a serem mais conscientes em relação ao uso desses produtos”.

Fonte: Último Segundo
Anterior

Quanto vale a saúde do seu bichinho de estimação?

Próxima

Computação animal: caranguejos podem ser a nova tecnologia