Dar um animal de estimação de presente às vezes não é a melhor escolha

O Natal está chegando e uma das opções de presente é um bicho de estimação. Antes de pensar nessa hipótese, é preciso ter muita certeza de que o animal, geralmente um cachorro, será bem tratado.

DogGift

Afinal, os cães precisam de cuidados que dão gastos aos proprietários. Além disso, é preciso alimentá-lo, dar água, banho, levar ao veterinário, medicamentos, brinquedos, passear e até mesmo limpar as sujeiras pela casa.

Esse tipo de presente é recomendado para aquelas pessoas que realmente querem um animal de estimação. Há muito trabalho por trás daquele filhote lindo que você tanto gostou.

Portanto, se a pessoa que pediu um cão de Natal for uma criança, é necessário que ela saiba todos os cuidados necessários para que o animal não se sinta sozinho e abandonado. Geralmente, são as crianças que pedem esse tipo de presente, para a tristeza de muitos pais que não conseguem deixar passar em branco.

Tudo isso porque nessa época do ano é registrado um aumento significativo no número de pets abandonados nas ruas, resultado principalmente de presentes indesejados e também viagens no período das férias.

Agora, se quem pediu um animal de estimação for uma pessoa idosa, não pense duas vezes! Além de ser uma excelente companhia, os cães ou gatos são uma fonte inesgotável de assuntos para conversar com a vizinhança e mesmo melhorar a saúde mental do idoso.

Os animais também podem mudar os hábitos no estilo de vida desses idosos, proporcionando uma atividade diária, como levar o cachorro para passear ou brincar.

Fonte: Ribeirão Preto Online

Você pode gostar...