0
Shares
Pinterest Google+

bebe-deitado-com-gato-petrede

Quando os pais estão à espera de um , a casa toda fica diferente. A comemora, os presentinhos não param de chegar, e o seu animalzinho de estimação… Bem, seu pet também vai perceber a movimentação anormal, e é aí que os cuidados começam. Segundo a médica veterinária do Hospital Veterinário Pró Vita, Rhéa Cassuli Lima dos Santos, o ideal é acostumar o animal, aos poucos, com a ideia de um novo integrante na casa.

“Normalmente o que acontece com o cão ou o gato é o . O pior que a gente pode fazer é evitar o contato com as coisas do bebê. Então, a dica é que o animal comece a cheirar o berço, a cama, as roupinhas aos poucos. É importante ter esse contato com a criança desde pequeno”, comenta Rhéa.

bebe-gato-carinho-crianca-petrede

A veterinária lembra que não há problemas de deixar o animal perto da criança, mas claro, ele deve estar vacinado e vermifugado. “É essencial manter as em dia. E outra dica legal é que a gestante acostume o pet, já durante a , a não chegar perto do local onde ela vai amamentar a criança, seja no sofá, na poltrona ou na cama. É bom estabelecer esse limite”, acrescenta.

Quanto aos cuidados com a higiene, nunca é demais lembrar: itens do bebê como mamadeira e chupeta, por exemplo, caso caiam no chão, devem ser bem higienizados antes de devolvê-los ao bebê. Os pelos, em alguns casos, podem causar alergia ao bebê.

É bom lembrar que os pais devem arranjar um tempinho na agenda para cuidar também do animalzinho. Reservar um tempo para o passeio e para as brincadeiras, por exemplo, é fundamental!

Fonte: Paranashop
Anterior

Baratas de estimação? Este é um dos animais exóticos criados por moradores do DF

Próxima

Ter um animal de estimação é benéfico contra doenças cardíacas