0
Shares
Pinterest Google+

Uma dos se suicidou depois de matar 31 cães resgatados que viviam com ela em Ohio, nos Estados Unidos. Sandra Lertzman, 62 anos, era diretora-executiva da Fundação de , de acordo com o Huffington Post.

A a encontrou morta dentro de seu carro, na garagem, junto com os animais. Os investigadores encontraram ainda uma carta de despedida. A última vez que Sandra foi vista com vida foi em 3 de novembro.

No site da fundação que ela dirigia, uma nota estima que a ativista tenha tirado a vida dos animais porque temia que eles voltassem a correr perigo após sua . “Sandy passou inúmeras horas, todos os dias, cuidando de cada cão e de seus problemas específicos com todo seu amor”, diz a nota.

Apenas um cão sobreviveu, depois de escapar de dentro do carro e encontrar um buraco na garagem por onde respirar. O animal está agora com o marido de Sandra, Rick.

A ativista poupou 20 gatos, que também viviam com ela.

Fonte: Terra
Anterior

Dona de cachorro terá que indenizar Correios por ataque ao carteiro

Próxima

Brasileiros inovam e criam ratos e coelhos como animais de estimação