0
Shares
Pinterest Google+

Vários fazendeiros na passaram a adotar a prática de comer carne de cachorros e gatos durante suas .

O costume é geralmente associado aos países do Extremo Oriente, como a e o . Porém, como a inflação atingiu o preço das bovinas, muitos não viram outra solução, a não ser comer seus próprios animais de estimação. O tipo preferido desses fazendeiros é um cão da raça , por ser mais musculoso.

Em entrevista dada ao Daily Mail nesta quarta-feira, um – que preferiu não ter sua identidade revelada – disse que não há nada de estranho em comer carnes de seus animais domésticos. “É uma carne como outra qualquer”, afirmou.

Outro profissional da área contou que criou os animais e quando eles já estavam prontos para o , chamou um amigo açougueiro para matá-los.

Como se fosse presunto
Segundo relatório do jornal Tages Anzeiger, as pessoas comem as carnes de cães e gatos como se fossem um tipo de presunto. “Ninguém sabe o que é quando você cozinha a carne de forma marinada”, acrescentou um fazendeiro do ramo. A prática não pode ocorrer em escala comercial, já que é proibída pelo país. Mas, diferente da , é permitida a criação para o consumo próprio.

Revolta
Ativistas dos direitos dos animais na Suíça estão horrorizados com as medidas adotadas pelo país Alpino. O Parlamento suíço rejeitou alterar as leis para proteger os animais para consumo humano em 1993.

Um ativista do grupo de bem-estar dos animais, Edith Zellweger, disse que é inadimissível algo como isto. “Como pode uma sociedade sem escrúpulos autorizar que o homem coma seu melhor amigo?” indagou.

Já o Serviço Veterinário Federal disse que a prática era uma “questão cultural” e apontou que em alguns países os cães são criados especificamente para serem abatidos e comidos.

Além destas atividades para o consumo próprio, o país também tem um pequeno comércio de peles de gato para a fabricação de casacos e colchas.

Anterior

Verão aumenta a incidência de parasitas em animais de estimação

Próxima

Com quase 9 anos parte o meu companheirinho Pingo

  • Suely Bischoff

    olá.Quando penso que já vi tanta coisa abominável.,ainda me surpreendo com tamanha atrocidade, e pior ainda, num país tido como evoluido……………..Nota ZERO para a Suiça