Mitos e verdades sobre doenças transmitidas ao homem pelos animais

menino-cachorro-abraco-pose-petrede

Muito se fala sobre as doenças que são transmitidas pelos animais de estimação.  Mas nem todas elas estão corretas. Confira algumas delas:

A mordida e a baba do cachorro transmite a raiva?
Parcialmente correto: Os animais com hidrofobia (ou raiva) salivam muito por não conseguirem engolir a própria saliva. Apesar de a doença ser transmitida através da mordida do cachorro, apenas os animais infectados transmitem a raiva. Porém, a maioria dos cães não é portadora do vírus, principalmente os vacinados.

Cachorro que corre em volta do rabo é louco ou está com hidrofobia?
Errado: Esse comportamento pode ser provocado por costume mesmo ou por um ataque convulsivo. Mas não indica que o animal está infectado pela raiva.

mulher-e-gato-abraco-beijo-petrede

O gato transmite alguma doença para mulheres grávidas?
Parcialmente correto: Gatos e pombos podem transmitir toxoplasmose para as pessoas; mas precisam estar infectados para tanto. Os gatos domésticos podem contrair toxoplasmose através da carne crua ou pela ingestão de pombos e outras aves. Sem apresentar sinais clínicos da doença, esses animais transmitem-na pelas fezes, quando estão com baixa resistência. As grávidas que contraírem toxoplasmose poderão ter sérios problemas com o feto.

Cachorro na praia transmite doenças?
Parcialmente correto: Nem todos. Se o cão estiver com vermes e defecar na areia, os ovos microscópicos dos parasitas se transformarão em arvas; e essas, por sua vez, podem penetrar na pele  dos banhistas causando o chamado “bicho geográfico”. Os cães vermifugados não transmitem as larvas.

Gatos transmitem asma para as pessoas?
Errado: Asma, bronquite, bronquite alérgica, bronquite asmática ou asma brônquica são doenças alérgicas, não transmissíveis. Crianças ou adultos portadores de asma podem ter crises ao entrarem em contato com os pêlos de gatos e outros animais. A pelagem ou os ácaros presentes nela são os responsáveis pelas crises.

Autor: Silvia C. Parisi
Fonte: Mulher de Classe

Você pode gostar...