0
Shares
Pinterest Google+

– Mais um espaço para de cães e gatos foi inaugurado, na sede do Centro de Controle de Zoonoses (), localizada no bairro do Trobogy. A ação é realizada pela Prefeitura do Salvador, através do e da Secretaria Municipal da (SMS), para controlar a quantidade populacional destes animais e como a .

Inicialmente, o novo espaço terá capacidade para atender cerca de oito animais por mês, mas, segundo a subgerente de ações básicas do CCZ, Isabel Guimarães, o convênio com a clínica particular Vida Animal, na Pituba, vai continuar. Cada pessoa tem direito a castrar até três animais entre oito meses e cinco anos de idade.

O interessado em realizar o processo deve entrar em contato com a ouvidoria do município, através dos telefones: 3186-1086/1092/1100, fazer um cadastro e adquirir um número de protocolo. Dentro de dois ou três dias deve retornar o contato para o CCZ com o número de protocolo e marcar uma entrevista com o , que acontece às segundas, terças e quintas-feiras.

Os devem levar originais e cópias de CPF, RG, comprovante de residência e cartão de do animal atualizado. Durante a entrevista, na qual não é necessária a presença do ou , o de saúde se informa com os proprietários sobre as condições de saúde do bicho. Se não houver nenhum problema, é entregue a guia de castração, que acontece em rápido, sem a necessidade de do animal.

O serviço gratuito é destinado a pessoas de baixa renda que não têm condições de realizar o procedimento em clínicas particulares. A única dos proprietários é com que o animal pode precisar após a intervenção. Na maioria dos casos, o valor é bem menor do que o dono iria desembolsar com a . Se realizada de maneira particular, uma castração custa em média R$ 400, a depender do peso do animal.

Anterior

Aberta a temporada de crueldade contra gatos no mundo?

Próxima

Animais de Rua - Sempre fiel