0
Shares
Pinterest Google+

O número de animais de estimação com tem preocupado veterinários e ativistas no mundo inteiro. Somente no , 18,5 milhões de bichos vão ter a vida mais curta devido ao transtorno, causado pela má oferecida por seus donos, que, muitas vezes, distribuem doces e frituras no lugar das rações convencionais.

gato-gordo-obeso-peso-petrede

Para analisar os efeitos e motivos da obesidade em animais de estimação, um relatório britânico contou com a participação de quase quatro mil donos de cães, gatos e coelhos, 466 médicos e enfermeiros veterinários, além de 553 crianças no Reino Unido.

Foi constatado que quase 19 milhões de bichos no país europeu têm hábitos alimentares irregulares, e 13,5 milhões de bichos são alimentados apenas com comidas gordurosas e doces, que aumentam as chances de o animal desenvolver diabetes, artrites e cardíacas decorrentes da obesidade.

Mais da metade das pessoas que responderam à confessaram que fornecem alimentos prejudiciais à saúde de seus bichos. E o pior: muitas vezes, os donos acreditam que as guloseimas proibidas são recompensas, que podem deixar seus animais de estimação mais felizes.

Na verdade, doces e comidas gordurosas trazem efeitos nocivos aos animais até mesmo em curto prazo: fora a predisposição às doenças que podem levar à morte, os pets que mantêm uma inadequada perdem qualidade de vida, graças ao peso do corpo que precisam sustentar. Em função disso, muitos cães têm a capacidade respiratória reduzida e ficam com dificuldades para caminhar e fazer exercícios que contribuem para uma vida mais saudável.

Fonte: Tribuna da Bahia
Anterior

Alimentar o animal de forma adequada aumenta a expectativa de vida

Próxima

Conheça o Circa, o cão robótico de 1960