0
Shares
Pinterest Google+

– A delegada Valeria Pimenta do Centro Integrado de Segurança e Cidadania (CISC) Planalto alerta para uma modalidade de aplicada via , o golpe da falsa de animais, geralmente cachorros e gatos. O golpe atinge na maior parte os adolescentes, que estão mais vulneráveis devido ao uso constante da rede de computadores.

A delegada disse que a ocorrência será encaminhada Gerência de Crimes de Alta Tecnologia (Gecat), da Diretoria de Inteligência, para rastreamento e identificação da pessoa suspeita de praticar o golpe. “O meu interesse é alertar à população para essa falsa doação”, disse.

yorkshireO primeiro registro apareceu no dia 14 de fevereiro de 2011. A mãe de um adolescente compareceu na Central de Registro de Ocorrências e comunicou que seu filho, menor de idade foi vítima do golpe da doação de animais através da internet. Segundo a mãe da vítima, o filho teve conhecimento de um no estado de , que informava a doação de dois cachorros da raça “”, por motivos de viagem ao país de Camarões, na África, que por sua vez deixava na responsabilidade Orange Pets, no mesmo país.

A vítima ficou interessada na doação dos filhotes e começou a manter contato através de e-mail com a empresa. O primeiro passo do golpe foi à exigência do depósito no valor de R$ 250,00, referente às passagens dos filhotes para o Brasil. A quantia foi depositada em nome da empresa prestadora Western Union. Em seguida, a Orange exigiu um valor de R$ 1,3 mil do seguro de vida dos animais e que esteve valor seria reembolsado quando os animais chegassem ao solo brasileiro. Além disso, a Orange pediu mais uma quantia de R$ 350,00 para o custeio da viagem. Ao todo a vítima teve um prejuízo de R$ 2,5 mil.

Fonte: O Documento

Comentários

Previous post

Gatos preferem as mulheres

Next post

Você conhece o peixe com cara de dragão?