0
Shares
Pinterest Google+

Todos os pets, em qualquer fase da vida, merecem ser bem .

Mas especialmente os primeiros meses de vida, todo cuidado investido na de seu novo amiguinho certamente irá refletir ao longo de toda sua existência.

Mas você sabe quais são esses cuidados?
Assim como os bebês humanos, nos primeiros meses de vida os podem ser acometidos principalmente por e . E algumas dessas são fatais, como a , a parvovirose e a coronavirose. Isso sem falar nas verminoses intestinais e na .

O médico veterinário Bruno Baetas fala mais sobre os cuidados básicos que todo filhote deve receber.

— É importante começar o esquema de vermifugação aos 20 dias de vida e fazer uma administração mensal do vermífugo até os cães completarem 6 meses. O esquema básico de vacinação começa aos 45 dias, com a vacina óctopla, e o intervalo entre as doses é de 21 a 30 dias, sendo 3 doses na maioria das raças (york, rotweiller por exemplo recomendamos 4 doses); e após 4 meses, vacina antirábica. Depois a vacinação passa a ser anual.

Não menos importante é a da traqueobronquite infecciosa canina (também conhecida como tosse dos canis). São duas doses iniciais de vacina com intervalo de 21 dias, depois o intervalo é anual.

Segundo o veterinário, outro cuidado essencial com os pets novinhos é a prevenção de doenças de pele:

— A sarna demodécica, como é de fundo genético, para prevenir devemos manter a imunidade boa do filhote, com boa alimentação e cuidados com a saúde. Já a sarna sarcóptica é transmissível entre os cães, então a prevenção é importante nesses casos, tratando separadamente (isolado dos outros) os animais que apresentarem este tipo de doença.

Anterior

5 cuidados importantes com seu bichano no inverno

Próxima

Como cuidar dos filhotes de cachorros