0
Shares
Pinterest Google+

90% dos cães e gatos adultos apresentam um ou mais com periodontal. O é feito pela veterinária odontóloga Maria Míriam Cavalcante Marinho. Ela aponta que, o mais grave nesta , é o silencioso: as bactérias da invadem órgãos vitais causando a súbita do animal, após provocar males como endocardite bacteriana (inflamação da membrana do coração), insuficiência renal, hepatite, inflamação no fígado, meningite, artrites e febres idiopáticas. Por tudo isto, não tem dúvida, a do pet realmente começa na boca. Infelizmente, a maioria dos criadores não tem o da diária dos dentes de seus pets. Assim como nos seres humanos, a simples prática livra o animal de muita doença.

Maria Míriam é fundadora e membro, desde 2001, da Associação Brasileira de Veterinária, uma área recente mas que mostra a sua importância cada vez mais na criação de animais domésticos. Para mostrar como a falta de saúde bucal nos bichos agrava o quadro geral, ela aponta que de dez casos de doenças renais, nove também apresentam doença periodontal. Entre os animais cardíacos, 90% têm origem na falta de saúde na boca. Entre os cães de raças pequenas, como , , , , a tendência para males bucais é maior, porque eles possuem muito dentes numa arcada pequena. Daí o cuidado precisar ser redobrado.

“A doença periodontal lesa as estruturas que seguram os dentes na boca, que são a gengiva, o ligamento periodontal e o osso alveolar”, explica Maria Míriam, mostrando que os principais sintomas são o mau hálito (halitose), dentes escuros, salivação excessiva (o animal fica babando com frequência), e a mobilidade dentária (dentes moles). A principal causa é o acúmulo de , decorrente da falta de escovação diária. “Tem que escovar os dentes do cão e do gato uma vez por dia com escova e pastas apropriadas para os pets”, orienta a veterinária, única no Estado que também tem a formação em Odontologia para animais.

A placa bacteriana é uma película pegajosa e incolor, constituída de bactérias e açúcares que se forma sobre os dentes. É a principal causa de cáries e . Se não for removida diariamente, endurece e forma o tártaro.

A escovação impede o processo de acúmulo de tártaro, com restos de matéria orgânica (alimento) e sais minerais. A primeira etapa da doença periodontal é a gengivite.

“O tártaro causa a inflamação da gengiva e invade o ligamento periodontal que segura o dente ao osso alveolar. O dente vai ficando mole e pode chegar a uma etapa irreversível”, adverte Maria Míriam. Para acostumar os pets a aceitarem a escovação diária, a veterinária recomenda criar o hábito enquanto eles são filhotes. O gato apresenta mais resistência. Mesmo assim, aceita melhor quando começa já nos primeiros meses. No felino, os sintomas da doença periodontal são dificuldade para se alimentar, salivação, mudança brusca de comportamento, uma vez que é mais sensível para a dor, emagrecimento progressivo e aftas na boca.

Como , estão a visita a um médico veterinário especializado em Odontologia, pelo menos, uma vez por semestre; escovação diária com pasta e escova apropriados uma vez ao dia em casa; e alimentação à base de ração balanceada, ossinhos e biscoitos próprios para pets. Infelizmente, a maioria dos proprietários de animais não tem o hábito de levar os pets para o exame dentário semestral. Durante este exame, são avaliados a cavidade oral e o comprometimento da raiz dos dentes por meio de Raio X, se tem abcessos, perda óssea, entre outros aspectos.

Isto permite chegar a um diagnóstico e definir o tratamento, que varia conforme o grau da enfermidade. “Para cada caso, é implantado um programa de saúde bucal que deve ser seguido pelo resto da vida do animal”, afirma Maria Míriam.

Pesquisa
A veterinária é professora convidada da Faculdade de Veterinária da Universidade Estadual do Ceará (Favet-Uece), e promove atendimentos domiciliares.

É a única cearense a apresentar trabalho no Congresso Internacional de Odontologia Veterinária. Em 2007, quando o evento foi realizado em Guarujá (SP), ela apresentou a pesquisa “Levantamento de casos clínicos de Odontologia Veterinária no Hospital Veterinário Amadeu Marinho”.

Fonte: Diário do Nordeste
Saúde do pet começa na boca foi modificado pela última vez: fevereiro 21st, 2014 por Alexandre Domingues
Anterior

Johnny Depp diz que foi atacado por cachorro de Brad Pitt e Angelina Jolie

Próxima

Os Embalos de sábado a Noite