0
Shares
Pinterest Google+

cachorro-comendo-chocolate-petrede

Oferecer aos pets que são comuns à alimentação humana nem sempre é errado, desde que o dono saiba fazer as escolhas certas e evite os que podem provocar problemas. Além dos distúrbios gastrointestinais, alguns podem prejudicar o sistema circulatório, sistema nervoso e também os rins. Na ânsia de agradar os animais, os donos correm o risco de prejudicar a dos pets ao oferecerem guloseimas aparentemente inofensivas, como , algumas frutas ou comidas condimentadas. Abaixo, a veterinária Amanda Carvalho, dos Laboratórios Vetnil, cita os que mais prejudicam a saúde dos pets.

: possui persina, uma substância que pode provocar transtornos gastrointestinais;
e uvas-passa: não foi descoberta a causa, mas sabe-se que elas podem desenvolver insuficiência renal nos cães;
Macadâmia: não sabe qual, mas há uma substancia nesta noz que provoca um quadro de tremores e paralisia temporária nos membros traseiros dos cães;
: por possuir muito ácido oxálico, o vegetal predispõe a formação de cálculos urinários;
Broto de Batata: possui solamina, substância que pode provocar depressão do sistema nervoso central e distúrbios gastrointestinais;
Cebola e alimentos preparados com cebola: são tóxicas aos animais por provocarem quadros graves de anemias;
Alho e alimentos preparados com alho: seu mecanismo de ação é parecido com a cebola, pois ele destrói as células vermelhas do sangue, causando anemias e em casos mais graves causando falência renal devido a grande perda de hemoglobina;
Pimentas: podem causar irritação no estômago dos cães;
Chocolate e todos os derivados do cacau: são tóxicos por possuírem a teobromina, que pode ocasionar quadros de vômito e também a vasoconstrição com conseqüente aumento do ritmo cardíaco e estímulo do cérebro.
: é bem semelhante ao chocolate, pois a administração do café irá causar arritmias podendo desenvolver um ataque cardíaco.
Bebidas alcoólicas: o diminui as funções cerebrais e como os cães são mais sensíveis, o risco de coma alcoólico é bem maior.

Segundo o blog Amo Cachorros, os pets não devem consumir peixe-cru, ossos ou leite. Em caso de notar que o animal está passando mal deve-se ir rapidamente até o seu veterinário de confiança.

Agrade o pet com petiscos adequados
Uma dica para manter os pets felizes enquanto o dono delicia seus ovos de Páscoa sem culpa é oferecer a eles petiscos funcionais. “Os petiscos, além de saborosos, são benéficos à saúde dos pets,” afirma a veterinária. A Vetnil oferece os sabores natural e carne, Pet Active Palitos e o Pet Active Pró-Bife.

Agora, para os casos que chegam a um quadro de intoxicação alimentar, Amanda Carvalho explica que o dono pode administrar carvão ativado ao pet. Essa substância está presente no medicamento Enterex, da Vetnil, e tem poder adsorvente, além de proteger a mucosa intestinal. A medida no entanto, não dispensa a necessidade de levar o pet ao médico veterinário.

Seu pet não deve comer chocolate. Veja dicas para alimentação de animais de estimação foi modificado pela última vez: abril 1st, 2015 por Alexandre Domingues
Anterior

Ovo de Páscoa bom pra cachorro

Próxima

Chocolate pode matar seu animal de estimação, especialista ensina como socorrer