Tio Sam dando bom exemplo

Um movimento nos Estados Unidos quer acabar com a prática do aluguel de animais de estimação no país.

O Estado de Massachusetts apresentou um projeto de lei que deverá ser votado no Senado norte-americano ainda nesta semana. É uma tentativa direta de proibir a ação de uma empresa em especial: a FlexPetz, que vem sendo criticada por protetores de animais.

A companhia disponibiliza animais por tempo limitado “para quem gosta de pets, mas não pode cuidar de um em tempo integral”. Atua em Nova York, Los Angeles e também em Londres, e programou a abertura de novas unidades em San Francisco, Boston, Washington e até Paris.

“Nenhuma pessoa poderá empreender negócios relativos a aluguel de cães e gatos”, diz a primeira linha do projeto.

A entidade britânica Dogs Trust afirmou que o projeto é um passo adiante contra o que chama de “negócio cruel” e que traz esperanças quanto ao banimento dessa prática também no Reino Unido.

“Precisamos seguir esses passos e proibir o aluguel de animais. Trabalhamos duro para promover o respeito pelos animais, algo que é desconsiderado por empresas como a FlexPetz”, diz Clarissa Baldwin, diretora-executiva da entidade, ao site UKPets. “Cães são animais socialmente complexos que precisam de estabilidade, rotina e uma família amorosa. Comprometer essas necessidades por lucros é inaceitável”, completou.

0 opinião sobre “Tio Sam dando bom exemplo”

  1. Olá

    Realmente um grande absurdo é o aluguel de peludinhos! Será que lá nestes países eles alugam também mães, filhos,avós,etc…?
    Como nós, os peludinhos e emplumadinhos, necessitam de afeto ,conforto, respeito,dedicação,cumplicidade,compartilhamento,e não de incertezas, dúvidas,equívocos nas percepções emocionais .

    abraços

    suely bischoff machado de oliveira
    psicóloga
    atibaia

Deixe uma resposta