0
Shares
Pinterest Google+

Com a morte de diversos animais após tomarem a contra , a Secretaria de Saúde de São Paulo suspendeu a no dia 19 de agosto. Mas segundo a colunista Mônica Bergamo, do jornal Folha de S. Paulo, o Centro de Controle de Zoonoses de SP continua recebendo .

De acordo com o jornal, são em média oito ligações por dia de pessoas que reclamam dos em cães e gatos que tomaram a vacina. Entre os principais problemas estão , e dores locais.

Nos dias 16 e 24 de agosto, o Centro de Controle de Zoonoses havia montado uma operação especial para atender essas ocorrências. No total, foram 2.198 casos registrados, sendo 1.655 gatos e 543 cachorros.

A orientação do para os donos que já vacinaram seus animais é que eles observem o do bicho e se houver , procure o órgão.

Anterior

Brinquedos para salvar animais vão de ornitorrinco a panda

Próxima

Posto de esterilização gratuita de cães e gatos