0
Shares
Pinterest Google+

Observar um e o vaivém dos peixes pode ajudar – e muito – a relaxar e reduzir os níveis de . Pensando nisso, organizamos um passo a passo para você montar o seu próprio . As são do paulistano Sérgio Gomes, autor do guia Primeiro :

Você vai precisar de:

Peixes – Os mais indicados aos iniciantes são os da família dos vivíparos, como molinésias, espadas, platis e lebistes.

Iluminação – Lâmpadas fluorescentes (para aquários maiores de 50 cm de comprimento) ou incandescentes (para aquários menores de 50 cm).

Filtragem – Filtro externo. Serve para conservar a água livre de substâncias tóxicas para os peixes.

Aquecedor – Termostato para manter a temperatura média do aquário em 26 ºC.

Decoração – Tronco, rochas, plantas artificiais.

Substrato – Cascalho de rio, importante para assegurar este ecossistema.

:

· Na hora de comprar o , invista num bom filtro externo.

· Monte tudo e deixe funcionando só com água por um mês para que o ambiente se equilibre biológica e quimicamente.

· Ponha apenas três ou quatro peixes por vez, com intervalos de dez dias, e respeite a capacidade da área.

· Jogue a ração às pitadas para evitar a superalimentação.

· Nunca lave o vidro. Mensalmente, renove 30% da água, aspire o fundo e limpe as paredes com limpador magnético.

Fonte: MdeMulher
Como ter um aquário em casa foi modificado pela última vez: agosto 28th, 2013 por Alexandre Domingues
Anterior

Computação animal: caranguejos podem ser a nova tecnologia

Próxima

Animal silvestre como pet?