0
Shares
Pinterest Google+

É muito comum visuais buscarem novas maneiras de perceber o mundo, e entre os animais esta forma de também parece acontecer. Rowan, um cachorro da raça sptiz que nasceu sem os , se utiliza da ecolocalização, mesma técnica usada por morcegos, para sobreviver. De acordo com o Express, dificilmente conseguimos perceber que ele não é um cachorro comum.

O cão, de pouco mais de um ano, usa o latido e depois escuta seu eco para saber para onde deve ir – assim como fazem os morcegos. Sua dona, a britânica Sam Orchard, diz que as pessoas raramente percebem que ele é , mas perguntam porque tem os olhos fechados o tempo todo.

Quando Sam, que é criadora de cães, percebeu que seu não abria os olhos como os irmãos, decidiu levá-lo ao veterinário. Ela descobriu que o animal nascera sem os olhos por de um defeito , mas decidiu criar Rowan como os cachorros que já tinha.

Ela reparou que o do cão mudou quando ele começou as escutar o das folhas das árvores que caiam no chão. Aos poucos, passou a se localizar melhor usando também os . A dona diz ao site Small World que ele é um animal normal e vive feliz.

Fonte: Revista Galileu
Anterior

Mercado de pet shop ganha nova boutique de luxo em São Paulo

Próxima

Chegada do fim do ano aumenta a procura por hotéis caninos em SP

  • Olá.Muito fofão este peludão.Charmoso e bonito.Ainda bem que ele caiu nas mãos de uma pessoa boa e com dignidade, e que cuidou dele e o amparou .Parabéns à britânica Sam que não sacrificou uma vida, pelo fato de Rowan ter nascido sem os olhinhos.