0
Shares
Pinterest Google+

O cão Wall-e, de apenas três meses, e mais quatro filhotes da mesma foram considerados doentes e muito fracos para sobreviverem. Por isso, os responsáveis pelo de animais de Oklahoma, , decidiram os animais para poupá-los do .

Um dia depois de receber a injeção letal e ser abandonado na lixeira do abrigo, Wall-e foi encontrado vivo e bem por Scott Prall, um dos funcionários da instituição. Depois que a história foi divulgada pela imprensa norte-americana, em 1º de março, Wall-e ficou famoso e o abrigo tem recebido várias propostas de adoção do animal.

Os responsáveis pelo abrigo disseram ao Discovery News que esse e muitos outros animais não precisariam ser sacrificados se a instituição tivesse mais condições financeiras de tratar os cachorros. Wall-e será tratado porque apresenta verminoses e terá um novo lar nos próximos dias.

Fonte: Revista Galileu
Cão é encontrado vivo um dia após receber injeção letal foi modificado pela última vez: fevereiro 18th, 2014 por Alexandre Domingues
Anterior

Emissora pagará salário exorbitante por 'cachorro-ator'

Próxima

Cães nas ruas: um problema social a ser repensado