China: Autoridades de Xangai impõem política de um só cão

O aumento do número de animais domésticos na metrópole de Xangai, que conta com pelo menos 20 milhões de habitantes, levou as autoridades da cidade a adotar a política de um só cão, revelou hoje a imprensa estatal.

A nova lei, que entrará em vigor a 15 de maio, impõe a cada casa um número máximo de um cão e os proprietários ficam também proibidos de oferecer uma cria a uma outra família que já possua um canídeo, precisou o jornal China Daily.

As crias que possam nascer devem ser entregues a uma agência homologada pelo governo ou a uma família sem cães, antes dos animais atingirem os três meses de idade.

Fonte: Diário Digital

Deixe uma resposta