0
Shares
Pinterest Google+

O delegado Carlos Firmino Dantas, de Formosa (GO), afirmou, nesta quarta-feira (21), que a enfermeira Camila dos Santos, de 22 anos, deverá responder em liberdade pela do filhote da raça . A jovem passou a ser investigada pela depois que um vídeo divulgado na internet a flagrou espancando o animal.

O inquérito será encerrado em dez dias. O documento será enviado à Vara Criminal do Tribunal de Justiça de , em Formosa (GO), na primeira semana de 2012. Camila deve ser indiciada pela polícia por maus-tratos e por expor a filha ao espancamento do animal, que tinha cerca de quatro meses.

A pena prevista para os dois crimes deve resultar em um ano e meio de detenção, garantiu Dantas.

– A enfermeira não será recolhida ao cárcere, não terá restrição de liberdade, mas deixará de ser ré primária. Isso significa que ela ficará limitada ao pagamento de cestas básicas ou prestação de serviços à comunidade.

Ele explicou a pena branda se deve por três razões básicas. A enfermeira colaborou com as investigações, todos os vizinhos dela disseram que ela era uma pessoa “boa” e “tranquila”.

– E, após entrevista dada por ela na porta da , ocorreram manifestações públicas favoráveis a ela. Nem a vizinha que a denunciou o disse o contrário em depoimento na delegacia.

Pressão
O delegado Carlos Dantas disse acreditar que o caso da enfermeira possa provocar uma mudança na lei. Em tese, maus tratos a animais deixaria de ser contravenção penal, punível por meio de prisão simples ou multa, e passaria a ser crime no qual o infrator está sujeito à reclusão ou detenção.

O espancamento do yorkshire atraiu atenção mundial. Somente no 1° DP de Formosa foram recebidas cerca de 1.000 mensagens de países como Canadá, Itália, Alemanha e Estados Unidos. As imagens do espancamento já tiveram mais de um milhão de acessos na internet.

A Policia Civil garantiu que não pedirá autópsia do cão, mas ouvirá, nesta quinta-feira (22), o médico e marido da enfermeira. Também decidiu juntar ao processo um segundo vídeo, entregue à Policia. As imagens foram gravadas por Vera Lúcia Silva e mostram a agonia e a morte da cadelinha.

Nas imagens, o animal desacordado foi deixado na área comum do prédio. Mais tarde, foi recolhida pelo marido de Camila. Três policiais militares e um bombeiro, relataram em depoimento hoje que foi impossível salvar a yorkshire.

Fonte: R7
Enfermeira que espancou cadela até a morte em GO não será presa foi modificado pela última vez: julho 8th, 2014 por Alexandre Domingues
Anterior

Portugueses têm leões, tigres ou crocodilos como animais de estimação

Próxima

Porto Seguro dá dicas para quem vai viajar de carro com seu pet

  • Andréa

    A impunidade só cresce neste país. Nós, pessoas honestas e dignas, que pagam impostos e vivem de acordo com a lei somos obrigadas a ver tamanha barbariedade acontecendo e a justiça passando a mão na cabeça de assassinos, assaltantes, ladrões, malditas pessoas que não tem consideração alguma pela vida, seja ela animal ou humana. Infelizmente esse é somente um país de fachada. Como a Suely falou: quem é que fará justiça pelo pobre do animalzinho? E a filha dessa mulher, será que se tornará tão assassina quanta a mãe também, quando crescer?
    A indignação por isso é tamanha, que se armarmos para fazer justiça pelo animalzinho com as nossas próprias mãos, aí sim seremos considerados errados e seremos punidos. Esse país não tem jeito mesmo. Bela merda o código penal existente aqui.

  • Salete Verrone

    Imagine como este monstro deve tratar os pacientes. Quem não demonstra amor aos animais, não tem de forma alguma um carater admirável. Eu espero q ao menos ela seja impedida de exercer a profissão, ou então que ela vá trabalhar na enfermaria de uma prisão de máxima segurança, onde ela encontrará gente da laia dela. Pra mim ela é simplesmente um monstro.

  • suely bischoff machado de oliv

    Olá.Bom dia.É inadmissível o que a justiça faz neste país.Esta assassina,de apenas 22 anos deveria já estar na prisão,ser multada, ser fichada.Imagina só o que ela ainda vai fazer pelos anos afora hem?A literatura psiquiátrica e psicológica mostra que quem maltrata 1 animal, pode muito bem vir a maltratar e matar uma criança, um idoso, um paralítico,etc………Mas o Brasil caminha defendendo bandidos e assassinas, e o cidadão de bem e os animais indefesos ficam sem justiça.Nem com a comoção do país inteiro………….Acho que a justiça no Brasil apoia quem mata e rouba, estupra,etc Ela vai fazer isto novamente e mais uma vez e outra,etc……………..Até parece que o Delegado se apiedou da assassina, ou seja, já se faz a manipulação,onde a assassina se vitimiza…………Quem fará justiça pelo pobrezinho do animal?É por isso que a imagem do Brasil lá fora é péssima!

  • Brites Delane

    Sabia que só ia dar nisso mesmo….