Mini Winnie é o primeiro cão clonado da Grã-Bretanha

Os cientistas acabam de fazer o primeiro cão clonado da Grã-Bretanha depois que sua dona ganhou um concurso para ter uma réplica de seu animal de estimação já de idade avançada.

Rebecca Smith, de 29 anos, moradora do oeste de Londres, quis ter sua dachshund idosa, Winnie, clonada, em uma competição organizada pela empresa coreana de tecnologia Sooam Biotech.

Ela ganhou e o cachorro clonado, chamado de Mini Winnie, foi concebido em um tubo de ensaio e nasceu em Seul, em 30 de março. O processo foi filmado por uma emissora de televisão. O primeiro mamífero a ser clonado foi a ovelha Dolly, nascida em Edimburgo em 1996. Cães foram clonados pela primeira vez na Coreia do Sul em 2005, pelo cientista Dr. Woo Suk Hwang, da Sooam Biotechmas, mas esta é a primeira vez que um cão britânico foi reproduzido.

Para participar da competição de clonagem, Rebecca teve que filmar sua dachshund e enviar o vídeo. “Minha cachorrinha salsicha é muito especial, mas ela já tem 12 anos e não vai ficar aqui para sempre”, assinala ao Daily Mail. Após sair o resultado do concurso, uma amostra de tecido da pele da cadela foi retirada e enviada para a Coreia do Sul, em nitrogênio líquido. Ali, as células foram colocadas em ovos fornecidos por uma cadela da mesma raça, antes que uma faísca de eletricidade promovesse a fusão.

O embrião foi, então, colocado em um animal doador, e o filhote nasceu por cesariana, pesando pouco mais de meio quilo, há dez dias. Rebecca ainda voou para Seul e viu o filhote nascer e disse que se parecia com o seu próprio animal de estimação. Restrições sanitárias britânicas impõem uma quarentena. Isso quer dizer que agora ela tem que esperar mais de seis meses antes que possa levar o cachorro para casa para conhecer a Winnie original.

“Se ela é idêntica à Winnie, ainda não sei. O filhote não vê e não ouve ainda, é apenas um salsicha pequeno que se contorce ao beber leite”, conta. A empresa sul-coreana, que produziu o primeiro cão clonado do mundo, Snuppy, e também clonagens de cães policiais de resgate altamente treinados para o governo sul-coreano, agora espera que outros britânicos vão querer pagar quase 220 mil reais para ter seus animais de estimação clonados.

Deixe uma resposta