0
Shares
Pinterest Google+

Um cachorro vem sendo motivo de discussão no . Segundo informações do jornal “Folha de São Paulo”, a diretoria do Verdão contratou um cão de guarda para cuidar dos que estão sendo armazenados fora do clube, no bairro da Vila Madalena, enquanto o Palestra Itália, no bairro da Pompéia, é reformado. O principal motivo da é o valor gasto com os do animal: R$ 3 mil.

O assunto esteve em pauta na última reunião do Conselho de Orientação Fiscal (COF), realizada no último dia 17, principalmente pelo mal-estar que causou entre funcionários que ganham menos do que o clube gasta com o cachorro. Conselheiros querem saber como o cão atinge tanta despesa.

O cão teria sido um pedido do vigia que faz a patrulha do local durante a noite. Por se sentir inseguro sozinho no local, ele teria solicitado um cachorro para acompanhá-lo.

Em conversa com o GLOBOESPORTE.COM, o presidente Arnaldo Tirone confirmou que existe um animal no local onde as taças do Alviverde estão guardadas. No entanto, ele nega os gastos no valor citado pelo jornal, afirmando ainda que o cachorro, da , não é alugado.

– Tive essa informação na reunião do COF. Tem um imóvel, mas não existe aluguel de cachorro. Se quiserem pagar R$3 mil eu mesmo vou (risos). É um local alugado para guardar as coisas, como um depósito. O fica acompanhado de um rottweiler. O que eles falaram na reunião é que o imóvel tinha sido alugado e que tinha despesa de ração com o cachorro, por isso gerou uma certa polêmica. Mas isso (valor) é loucura. Acho que a ração é algo em torno de R$200 – disse o presidente palmeirense.

A previsão de entrega do estádio, que está sendo chamado de Arena Palestra, é para abril de 2013. Até lá, as taças devem continuar guardadas fora da sala de troféus.

Fonte: Globo Esporte
Anterior

Animais de estimação exóticos atraem atenção e conquistam espaço nas casas

Próxima

Cães farejadores se tornam populares em trabalhos científicos