0
Shares
Pinterest Google+

O estudo durou 12 anos e provou que o simples fato de ter um cãozinho reduz a chance de morrer em 33% – especialmente para os solteiros.

Vira e mexe, alguma pesquisa mostra os benefícios de se ter um melhor amigo de quatro patas. O último estudo concluiu que, além de terem o corpo até dez anos mais jovem, menores níveis de estresse e menos chances de ficarem resfriados ou depressivos, donos de cachorros costumam ter melhores níveis de pressão arterial.

A explicação mais plausível é que essas pessoas precisam ter uma vida ativa, pois é necessário caminhar com os bichinhos, brincar e gastar energia.

O maior benefício foi descoberto por pesquisadores da Universidade de Uppsala, na Suécia. Após 12 anos de estudos, com base nos dados de 3,4 milhões de suecos, o grupo bateu o martelo: donos de peludos têm reduzido em 33% as chances de morrer – especialmente se forem solteiros.

O estudo foi publicado no jornal Scientific Reports. Os participantes da pesquisa tinham entre 40 e 80 anos – a média da idade ficou nos 57 – e disponibilizaram seus históricos médicos, estado civil e se tinham ou não cachorro. Aqueles em posse de um bichinho morriam menos de causas naturais e as chances de falecer por problemas cardíacos era 11% menor.
Em entrevista à Bloomberg, um dos autores do estudo, Mwenya Mubanga, chamou a atenção para o fato de o efeito ser potencializado em pessoas que também não tinham companhia humana.

“Ter um cachorro foi um diferencial, especialmente para quem vive sozinho. Segundo pesquisas anteriores, pessoas sem parceiros fixos têm maior risco natural de problemas cardiovasculares e morte. Ao que parece, os cães são verdadeiros membros da família para os solteiros”, disse.

Comentários

Previous post

Pode deixar o gato ou o cachorro dormir na mesma cama que o bebê?

Next post

Gatos ganham a preferência dos brasileiros e população aumenta 20% nos últimos 6 anos