0
Shares
Pinterest Google+

papagaio

Não há dúvidas de que cães e gatos são os “reis do pedaço”. Há anos, eles frequentam nossas casas, dormem em nossos sofás, roem nossos móveis. Há séculos, são cruzadas diversas raças, aperfeiçoadas as técnicas de criação e os alimentos passaram a ser mais balanceados, aumentando sua expectativa e de vida. Eles nos alegram, divertem, interagem conosco. Dão-nos carinho, alegria, fazem-nos felizes.

Nos dias atuais – apesar de a prática já existir há muito tempo –, os animais silvestres e exóticos também se tornaram animais de estimação. Existe uma forte tendência em criá-los dentro de casa, seja por ser novidade, modismo ou hobby. Tal realidade é interessante; porém, triste, visto a grande quantidade de cães e gatos , que sofrem maus tratos, são assassinados. Há da da e do exercício da educação e da cidadania. Se cães e gatos não estão sendo bem cuidados, por que os animais silvestres estão sendo tirados da natureza, prejudicando a nativa e ameaçando-os cada vez mais de ?

É claro, existem criadouros comerciais, autorizados pelo , onde estes animais podem ser comprados. No entanto, a grande maioria destes animais silvestres em residências é proveniente do . Ter um animal silvestre sem origem legal, retirado da natureza, significa que ele foi “arrancado” do seu natural ou é oriundo de cativeiros ilegais. Isto é crime! A Lei de proíbe a utilização, perseguição, destruição de de animais silvestres e prevê pena de prisão de seis meses a um ano, além de , para quem a desrespeitar. Outro fator de suma relevância é o risco das , como clamidiose, herpesvirus, raiva, malária, febre amarela.

Urge a necessidade do olhar dos gestores públicos para um real exercício e das leis que protegem estes animais, como a Lei 5.197/67 (Lei de à Fauna); Lei 9.605/98 (Lei dos Crimes Ambientais) e, se necessário, a criação de novas leis. Urge a necessidade de uma maior conscientização de todos de que a melhor maneira de observarmos, admirarmos, curtirmos estes animais é na própria natureza, onde são soberanos e livres.

Vamos ajudar a cães e gatos errantes e abandonados. Vamos ajudar a conscientizar e educar a população sobre posse responsável. Vamos denunciar o comércio de animais silvestres. Preservando nossos animais estaremos nos preservando. Pense nisto.

Autor: Dr. Albert Lang – Médico Veterinário
Fonte: A Notícia
Anterior

Como ter um aquário em casa

Próxima

Que eles são bonitos e fofinhos não há dúvida... mas será que são felizes?