0
Shares
Pinterest Google+

As com necessidades especiais atendidas pela Prefeitura de Boa Vista no Centro Municipal Integrado de Educação Especial contam com uma novidade na realizada com animais.

Agora, além das cadelas Yasmin (da raça Chow Chow) e Ruhana (Shit-zu), os estão recebendo atendimento terapêutico com o gato Félix.

De acordo com a veterinária Carla Soares, coordenadora das sessões, a receptividade das crianças com o felino foi excelente. “As crianças ficaram muito animadas com o gato. Inclusive uma criança autista, que era resistente ao com as cadelas, começou a participar mais das sessões”, disse.

A terapia com os animais ajuda no desenvolvimento da aprendizagem, estimulando a socialização das crianças e ajudando a desenvolver a saúde emocional. As sessões são realizadas de terça a sexta-feira, no período da manhã e na terça-feira à tarde. Em média, 20 crianças participam semanalmente da atividade.

Esta é mais uma terapia utilizada pelo Centro, que funciona na rua Paraíba, n°. 444, Bairro dos Estados. O CMIEE também possui , fonoaudiologia, terapia ocupacional, pedagogia e psicopedagogia.

Durante cada sessão com as cadelas e com o gato, os alunos realizam atividades simples, como tocar, brincar, passear, escovar, alimentar e abraçar o animal. Também serão utilizadas brincadeiras como bambolê e jogos com bolas.

Os animais usados na terapia são dóceis e socializados, que convivem com pessoas e animais estranhos e são receptivos a carinhos e afagos.

A veterinária Carla Soares, explica que a terapia é de extrema importância para os alunos com necessidades especiais, pois os animais ajudam as crianças a superar problemas emocionais melhorando a qualidade de vida e estimulando de várias formas a inclusão social.

“A partir do momento em que estabelecemos esta relação entre as crianças e os animais estamos contribuindo para a superação de vários problemas emocionais, motores, e também criando laços de amizade e respeito”, concluiu Carla.

Outros benefícios poderão ser gerados por intermédio da terapia com os animais, como o estímulo da socialização e desenvolvimento da saúde emocional. Um terapeuta acompanha as atividades, anotando a execução feita pela criança. Ao final de um período, o profissional verifica a evolução do paciente e passa exercícios direcionados.

CENTRO – O Centro Municipal Integrado de Educação Especial atende a crianças de 6 a 16 anos que são portadoras de deficiências físicas, auditiva, mental, visual, problemas de aprendizagem e distúrbios na linguagem. Os alunos estudam em escolas municipais ou pertencem à comunidade.

As crianças realizam atividades lúdicas, com recursos pedagógicos e recebem atendimentos duas vezes por semana no horário oposto ao das aulas, de acordo com as necessidades de cada uma.

O atendimento é realizado nos períodos matutino e vespertino por profissionais qualificados como fonoaudiólogos, terapeutas, psicólogos, pedagogas, fisioterapeutas e assistentes sociais. Outra atribuição dos profissionais do Centro é a realização de oficinas e cursos para os professores municipais.

O Centro também realiza projetos de dança e de combate à violência doméstica. A dança desenvolve a expressão corporal, coordenação motora, raciocínio, auto-estima e o equilíbrio das crianças. No projeto de combate à violência doméstica a equipe realiza várias palestras nas escolas municipais sobre a temática.

Centro Municipal de Educação Especial inicia terapia com gato foi modificado pela última vez: agosto 21st, 2017 por Alexandre Domingues
Anterior

Programa de Posse Responsável de Animais Domésticos abre atividades na UFPI

Próxima

União Zoófila recomenda o jogo Nintendogs + Cats