0
Shares
Pinterest Google+

“Estamos presos no quarto. Ele não nos deixa sair!”, disse Lee Palmer quando ligou para o número de , de acordo com informações da imprensa de Portland (Oregon/) citadas pela France Press.

A (o casal, o bebé e um cão) ficou refém do gato depois deste ter atacado um bebé de sete meses. Expulso do quarto, o animal de 10 quilos ficou enfurecido e de guarda na porta, como se esperasse que alguém saísse. “Não estamos seguros perto do gato”, disse o dono quando pediu ajuda, admitindo tratar-se de “uma emergência muito particular”.

“Eu coloquei o gato lá fora. Ele é muito, muito, muito agressivo”, disse o dono à , explicando depois que o persa de quatro anos já tinha antecedentes de agressividade. Era possível ouvir o barulho do gato arranhando a porta tentando voltar para o quarto.

Uma equipe acabou atendendo o chamado da família em apuros e, com a ajuda de equipamentos adequados, conseguiu capturar o gato.

Apesar do ter sofrido alguns arranhões, nada de mais grave aconteceu a família.

Apesar de tudo a família não quer se livrar do animal e vai tentar algum que acalme seu .

Fonte: DN
Anterior

"Reféns" dos pets, donos precisam moer ração e até abrir torneira para gato

Próxima

Sem tempo para o pet? Serviço de dog walkers cresce no País