0
Shares
Pinterest Google+

Para se ter uma noção do tamanho do , um publicado em 2011 pela The Wild Life Society apontou que a população de gatos, por contar com uma de “subsídio” dos humanos, que oferecem comida e água, conseguem atingir uma densidade 100 vezes maior que dos animais nativos.

E além da , esses animais transmitem para outras espécies, provocando a . “A introdução de gatos domésticos a diversos ambientes pelo mundo causou uma redução da e alterou as funções dos ecossistemas. Os gatos domésticos são espécies não-nativas que, quando autorizados a circular livremente fora de casa , têm impactos negativos graves e variados sobre os ecossistemas nativos”, aponta o estudo.

gato-espiando-olhando-escondido-petrede

Para Alexander Biondo, a situação, embora seja muito grave, ainda não está tendo a atenção necessária. Além disso, o médico-veterinário aponta que há a grande resistência por parte dos de animais na hora de se tratar o assunto. “Quando formos discutir o problema, a proteção animal vai ficar revoltadíssima porque vai char que queremos eliminar o gato”, diz. “Nós gostamos de gatos, mas temos que entender que eles são topo de cadeia, que podem caçar mesmo alimentados. Trouxemos esses animais para perto da gente e hoje os estamos soltando, mas eles são , então não podemos subestimar”, finaliza.

Anterior

Pet: Doenças e Sintomas

Próxima

Obesidade canina: Um mal que deve ser prevenido